André Sá e Guccione vencem americanos; Bellucci e Demoliner fazem história contra dupla francesa no US Open

Vitórias de brasileiros marcam o começo do terceiro dia de competições no US Open

André Sá e Guccione vencem americanos; Bellucci e Demoliner fazem história contra dupla francesa no US Open
Sá e Guccione foram consistentes para vencer a partida. (Foto: Reuters)

No começo da tarde desta quarta-feira (31), três brasileiros entraram em ação em Flushing Meadows, para disputar a primeira rodada da chave de duplas masculinas do US Open. Enquanto André Sá e o australiano Chris Guccione batiam os americanos McNally e Wolf, numa quadra não muito distante, Thomaz Bellucci Marcelo Demoliner faziam história ao bater Benneteau/Roger-Vasselin.

Por enquanto, o Brasil têm 100% de aproveitamento no terceiro dia de competições do último Grand Slam do ano. Ainda hoje, os brasileiros Marcelo Melo Bruno Soares entrarão em quadra, com seus respectivos parceiros, Ivan Dodig e Jamie Murray.

Sá e Guccione batem "time da casa"

Na Quadra 7, André Sá Chris Guccione entraram em quadra para estrear no US Open contra os americanos John McNally e Jeffrey John Wolf. Afiados no serviço, eles perderam apenas três pontos sacando no primeiro set, o que tornou a missão dos estadunidenses impossível. Quebrando o saque de Wolf, a dupla venceu o primeiro set por 6/4.

A segunda parcial foi de menos eficiencia da dupla australiano-brasileira. Mesmo jogando mal com o segundo serviço, Sá e Guccione não tiveram que salvar break points, e aproveitaram-se dos segundos saques de McNally para obter a quebra decisiva, fechando novamente por 6/4.

Agora, eles aguardam o vencedor do confronto entre Butorac/Lipsky e Klaasen/Ram [7].

Bellucci e Demoliner vencem dupla campeã de Roland Garros

Adentrando a Quadra 12 do complexo americano, Thomaz Bellucci Marcelo Demoliner estavam destinados à grandeza. Contra a dupla francesa de Julien Benneteau Edouard Roger-Vasselin, os brasileiros começaram em desvantagem, vendo seus oponentes conquistarem duas quebras de vantagem. Mesmo assim, eles não desistiram e conseguiram igualar o jogo, levando ao tiebreak.

No desempate, parecia que nada ia dar certo. Perdendo por 4-1, os brasileiros decidiram mudar de estratégia e subir mais à rede em todas as bolas. E deu certo. Conquistando seis pontos seguidos, a dupla levou o primeiro set por 7/6 (4).

A segunda parcial foi de muita precisão por parte de Thomaz Marcelo, que perderam apenas um ponto jogando com o primeiro serviço. Com cinco aces e cinco winners, a dupla mostrou que estava afiada, e Bellucci aproveitou o único break point que eles tiveram para fechar a partida por 6/3.

Agora, eles aguardam pelo vencedor da partida entre Lu/Tipsarevic contra Cervantes/Lorenzi.