Murray/Soares passam sufoco, mas superam portugueses na estreia do US Open

Brasileiro e britânico tiveram trabalho na primeira rodada do aberto americano, mas conseguiram vencer Gastão Elias e João Sousa por dois sets a um com parciais de 6/3, 6/7 (7-3) e 7/5 em 2h23 de jogo.

Murray/Soares passam sufoco, mas superam portugueses na estreia do US Open
Photo: Getty Images/Andy Lyons

A jornada de Bruno Soares e Jamie Murray começou hoje no US Open. Nessa quarta-feira (31), Jogando contra os portugueses Gastão Elias e João Sousa, a dupla estreou com vitória por dois sets a um, com parciais de 6/3, 6/7 (7-3) e 7/5 em 2h23 de partida.

Soares e Murray iniciaram a partida muito bem, conseguindo uma quebra de vantagem logo de cara. Administrando com sabedoria, a dupla fechou o primeiro set em 6/3 e abriu um a zero no jogo.

Já a segunda parcial foi bem mais disputada. Os portugueses cresceram na partida e encararam de igual para igual uma das melhores duplas do torneio. Com um grande equilibrio, o set foi para o tie break, onde Gastão Elias e João Sousa fizeram 7-3 e empataram o jogo em um a um.

No derradeiro set, o jogo ficou extremamente tenso. Murray e Soares seguiam abaixo do seu tênis habitual, enquanto que os portugueses mantinham o ritmo forte da segunda parcial. Mas no 12° game, a dupla aproveitou o erro de João Sousa para quebrar o saque, fechar o set em 7/5 e vencer a partida.

Com a vitória, o brasileiro com o britânico irá enfrentar na próxima fase o vencedor do duelo entre os ucranianos Alexandr Dolgopolov e Sergyi Stakhovsky contra o polonês Marcin Matkwoski e o austríaco Jurgen Melzer.

Murray e Soares formam a terceira melhor parceria no ano de 2016, com 4620 pontos, somente atrás dos irmãos gêmeos norte americanos Bob e Mike Bryan, e dos franceses Nicolas Mahut e Pierre Hugues Herbert, os quais estão do mesmo lado da chave e poderão enfrentar nas quartas do US Open. O brasileiro com o britânico estão em busca do segundo Grand Slam no ano, já que em janeiro venceram o Australian Open, derrotando na final o tcheco Radek Stepanek com o canadense Daniel Nestor por dois sets a um, com parciais de 2/6 6/4 e 7/5, em 2h19 de jogo.