Ao lado de Shvedova, Bruno Soares é eliminado nas duplas mistas do US Open

Brasileiro perdeu por dois sets a um para Yung Jan Chan e Nenad Zimonjic

Ao lado de Shvedova, Bruno Soares é eliminado nas duplas mistas do US Open
Bruno em ação/ Foto: Getty Images
Soares/ Shvedova
1 2
Chan/ Zimonjic

Nesta terça-feira (06), ocorreu o nono dia de jogos válidos pelo quarto e último Grand Slam do ano, o US Open. Disputado nas quadras rápidas do USTA Billie Jean King National Tennis Center, localizado em Nova Iorque, Estados Unidos, o torneio celebra sua 136ª edição neste ano. 

Dupla cabeça de chave número dois do torneio, composta pelo brasileiro Bruno Soares e a cazaque Yaroslava Shvedova foi eliminada por Yung Jan Chan de Taipei e Nenad Zimonjic da Sérvia ao perder por dois sets a um, com parciais de 6/1 3/6 e 13/11 no supertiebreak, em uma hora e 13 minutos de partida.

Com a vitória, a parceria Chan/ Zimonjic avançou à fase semifinal da competição, na qual enfrentam a alemã Laura Siegmund e o croata Mate Pavic, que vem de vitória nas quartas de final sobre os norte americanos Nicole Gibbs e Dennis Novikov por dois sets a zero, com parciais de 6/2 e 7/6, em 69 minutos em quadra.

No outro lado da chave, a dupla composta pela norte americana Bethanie Mattek-Sands - medalhista de Ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016, ao lado de Jack Sock - está atuando com seu compatriota Rajeev Ram - prata na Rio 2016 - e encara na semifinal a alemã Anna Lena Groenefeld e o colombiano Robert Farah.

Bicampeão do US Open em duplas mistas - em 2012, ao lado da russa Ekaterina Makarova e em 2014, com a indiana Sania Mirza - Bruno buscava seu terceiro título no Major norte americano. Neste ano, porém, o mineiro ainda tem uma chance: na chave de duplas masculinas, ele ainda disputa com seu habitual parceiro Jamie Murray da Escócia, uma vaga nas semifinais.

Na próxima partida, os campeões do Australian Open, Soares e Murray, enfrentam o brasileiro André Sá e o australiano Chris Guccione. Nas oitavas de final, a parceria brasileira-escocesa bateu Brian Baker dos Estados Unidos e Marcus Daniell da Nova Zelândia em sets diretos. Já Sá e Guccione passaram pelo espanhol Nicolas Almagro e o dominicano Victor Estrella Burgos.

"Enfrentar amigo é aquela coisa. Por um lado teremos um brasileiro na semi, mas infelizmente teremos que nos enfrentar. Queria que a gente estivesse em lados opostos da chave, mas isso faz parte e acontece. Estamos acostumados. Vai ser dia de cada um entrar em quadra, ser profissional e cada um fazer o seu melhor, sabendo que teremos um brasileiro na semi" analisou o brasileiro.

Entre os dias 29 de agosto e 11 de setembro, ocorre a 136ª edição do US Open - o quarto e último Grand Slam da temporada. A melhor cobertura do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.