Kerber vence Wozniacki sem sustos e avança para a final do US Open

Alemã se torna a vigésima-segunda tenista a se virar líder do ranking da WTA

Kerber vence Wozniacki sem sustos e avança para a final do US Open
Kerber vence Wozniacki sem sustos e avança para a final do US Open/ Foto: Getty Images / Mike Stobe

Nesta quinta-feira, 08, a alemã Angelique Kerber enfrentou a dinamarquesa Caroline Wozniacki em busca de uma vaga na final do US Open.

Com queda da americana Serena Williams antes da final, a alemã e atual campeã do Aberto da Austrália passará a ser líder do ranking a partir de segunda-feira, 12.

Kerber venceu em sets diretos em uma partida com duração de quase 1h30 e terá como próxima adversária Karolina Pliskova que venceu de Serena sem perder sets.

A alemã iniciou o primeiro set com ampla superioridade abrindo 4 a 0 na parcial. A dinamarquesa correu atrás do prejuízo e conseguiu diminuir a diferença para 4 a 3. Sacando em 5 a 4, Kerber não desperdiçou oportunidade e fechou a primeira série em 45 minutos.

A tenista germânica obteve vantagem em relação ao percentual de pontos vencidos tanto com o primeiro quanto com o segundo serviços. Enquanto Wozniacki aproveitou apenas uma chance de quebra em duas oportunidades, a nova líder do ranking aproveitou duas em oito.

A segunda série contou com a regularidade da Kerber em relação à sua superioridade onde a mesma onde a mesma chegou a abrir 5 a 1 na parcial. Sacando para o jogo em 5 a 2, a atual campeã do Aberto da Austrália sentiu a pressão e teve seu serviço quebrado sem pontuar. Wozniacki sacou no game seguinte para tentar diminuir a vantagem de sua adversária, mas teve seu saque quebrado ao cometer um erro forçado de esquerda fazendo assim com que a alemã liquidasse o set em 6 a 3 e vencesse a partida em 1h26

A dinamarquesa teve dificuldade em impor seu segundo serviço durante o set pontuando apenas 22% das vezes enquanto Kerber pontuou 50%. Enquanto Wozniacki teve melhor desempenho disparando 11 bolas vencedoras a oito, a mesma cometeu 14 erros não forçados a seis.