Challenger de Santos: Renzo Olivo vence Thiago Monteiro e fica com o título

Argentino conseguiu superar o cearense em sets diretos na grande final do torneio

Challenger de Santos: Renzo Olivo vence Thiago Monteiro e fica com o título
Olivo venceu dois jogos no mesmo dia para conquistar o título. (Foto: Instituto Sports)
Thiago Monteiro
0 2
Renzo Olivo

Em dia de maratona em Santos, prevaleceu o argentino Renzo Olivo. Após ter de jogar a semi e a final em poucas horas, o #120 do mundo conseguiu bater Thiago Monteiro por 6/4 e 7/6 (5) para levar o título que o deixará próximo do Top 100 na próxima atualização do ranking da ATP.

No sábado, as semifinais não puderam ser realizadas em virtude da forte chuva que atingiu a cidade paulista. Hoje pela manha, a condição das quadras melhorou, e então Olivo derrotou Agustín Velotti, enquanto Monteiro teve de passar por Máximo Gonzalez.

Se tivesse triunfado na grande final, Thiago seria o novo número um do Brasil. Agora, o cearense fica na 87° colocação do ranking mundial, enquanto Thomaz Bellucci é o 81°. 

O JOGO

Equilibrada, a partida era muito disputada no fundo da quadra. Jogador típico da escola argentina, Renzo praticava o jogo defensivo, apenas esperando o erro do adversário. Após obter uma quebra de vantagem, o natural de Rosário viu seu adversário melhorar o jogo e devolver o game quebrado.

Mesmo assim, Olivo ainda estava melhor no jogo. Aguardando pelos erros de Thiago, ele colocava 71% de seus primeiros serviços em quadra, dificultando as devoluções do brasileiro. Em seus segundos saques, Monteiro se perdeu, e viu o set ir embora, por 6/4.

Na segunda parcial, o equilíbrio foi maior. Com uma quebra para cada lado, Renzo ainda era quem mais ameaçava. Mesmo assim, Monteiro passou a errar menos, e conseguiu levar o set para o tiebreak.

No desempate, Olivo abriu logo 4 a 1, e praticamente garantiu a vitória. Thiago até encostou em 5 a 4, mas depois não conseguiu mais evitar: com 83% de primeiro serviço em quadra, Renzo foi firme e levou a vitória, que o deixará em #102 do mundo na próxima atualização do ranking.