Após desistir do ATP 500 de Pequim, Djokovic convoca coletiva de imprensa para amanhã

Número um do mundo tentará esclarecer a atual situação de sua lesão no punho

Após desistir do ATP 500 de Pequim, Djokovic convoca coletiva de imprensa para amanhã
(Foto: AP)

O número um do mundo, Novak Djokovic, da Sérvia, fez importante anúncio há alguns dias atrás, quando revelou ausentar-se do ATP 500 de Pequim, na China. Vindo de um exaustivo US Open, onde acabou sendo vice-campeão, o natural de Belgrado agora convoca uma coletiva surpresa para esta sexta-feira (30), onde irá - muito provavelmente - fazer algum anúncio sobre o restante da temporada.

O anúncio movimentou os fãs de tênis nas redes sociais, já que agora cria-se maior expectativa para uma possível troca de liderança no ranking, que daria a Andy Murray uma boa chance de ter sua primeira experiência como número um do mundo, caso o sérvio não retorne para o restante da temporada.

É evidente que o líder do ranking não vem jogando o seu melhor tênis desde a vitória em Roland Garros. Em entrevista recente, o sérvio disse ter "perdido o prazer de jogar tênis" por um tempo, mas que estava "muito ansioso para a gira asiática" do mês de Outubro.

Além de desistir do ATP 500Novak ainda não deu certeza de que jogará o Masters 1000 de Xangai, torneio que viria logo em sequência. Após muitos bons torneios no ano, a sequência de maus resultados veio a partir da derrota para Sam Querrey em Wimbledon.

Depois da derrota surpreendente para o americano, Djokovic esteve nos Jogos Olímpicos Rio 2016, onde perdeu logo na estreia para o surpreendente Juan Martín del Potro, que acabou ficando com a prata.

Após vencer o Masters 1000 de Toronto, o sérvio, mesmo com dores, disse que tentaria seguir firme na busca pelo US Open. Para isso, ele teve de abrir mão do Masters 1000 de Cincinnati, tentando ficar em boa forma para o último Grand Slam do ano.

Apesar do vice-campeonato, o torneio não deu ritmo de jogo para o número um do mundo, que viu três adversários desistirem no caminho até a grande final, onde perdeu para Stan Wawrinka em quatro sets. 

Em todos os torneios que sucederam WimbledonNovak foi visto diversas vezes pedindo atendimento médico para o cotovelo e o punho, ambos no braço direito. Além disso, contra Stan Wawrinka, o sérvio também pediu atendimento no pé após sentir dores na unha.

A entrevista coletiva de Novak Djokovic será realizada em Belgrado, na capital da Sérvia.