Em coletiva, Djokovic esclarece: "O plano agora é ir à Xangai"

Sérvio promoveu coletiva de imprensa para explicar sua microlesão no cotovelo e avisar que não irá parar

Em coletiva, Djokovic esclarece: "O plano agora é ir à Xangai"
Jornalistas reuniram-se em torno de Novak Djokovic em Belgrado. (Foto: Sasa Ozmo/SportKlub)

De todas as possibilidades, a menos esperada. Na coletiva de imprensa desta sexta-feira (30) em Belgrado, o sérvio Novak Djokovic, que desistiu do ATP 500 de Pequim, esclareceu a todos os jornalistas presentes que, apesar de ter uma microlesão no cotovelo, irá jogar o Masters 1000 de Xangai

Apesar de ter desistido do torneio da semana que vem, o número um do mundo trouxe notícias relativamente boas, já que o esperado era um anúncio de maior importância, que pudesse tratar-se de sua saúde e de uma possível interrupção na temporada.

Com frases curtas e diretas, Novak conversou com a imprensa sobre todo tipo de assunto, e ainda esclareceu que, agora, seus objetivos não são mais os mesmos do início da temporada.

"Por enquanto, meu plano é ir à Xangai. O número um do mundo e os títulos não são mais minha prioridade neste momento, mas eu posso garantir que, como sempre, estarei motivado." confessou o natural da capital sérvia.

Mas o que todos realmente queriam saber era sobre o cotovelo do líder do ranking, que o tem atrapalhado desde Wimbledon. Neste período dos últimos quatro meses, Djokovic tem pedido atendimento médico com certa frequência, requisitando massagens para aliviar a dor.

"Ainda há uma microlesão no meu cotovelo, mas nada preocupante a longo prazo. Sinto que estou realmente muito perto do meu máximo, mas as lesões afetaram meu saque. Mesmo assim, estou satisfeito com a temporada. Não tenho nenhum arrependimento" esclareceu Novak.

Em questões de ranking, o sérvio perderá 500 pontos, já que conquistou o hexacampeonato do China Open no ano passado, batendo Rafael Nadal na decisão. Além disso, Djokovic ainda defende mais 3500 pontos até o final do ano, já que no ano passado venceu os Masters 1000 de Xangai Paris, além de ter sido o grande campeão do ATP Finals de Londres