Ramos-Vinolas vence Dimitrov e chega à final do ATP de Chengdu

Tenista espanhol tem apagão no segundo set, mas é firme nos demais sets e não dá chances para o búlgaro no tie-break

Ramos-Vinolas vence Dimitrov e chega à final do ATP de Chengdu
Crédito foto: Site oficial ATP.

Em um jogo cheio de reviravoltas, Albert Ramos-Vinolas venceu Grigor Dimitrov por dois sets a um, parciais de 7/6 (6), 1/6 e 7/6 (3). A vitória colocou o tenista espanhol em sua primeira final no piso de quadras rápidas que será disputada amanhã (02/10) contra Karen Khachanov, tenista que eliminou Viktor Troicki na outra semifinal.

O primeiro set foi bastante equilibrado com trocas de bons pontos entre os dois adversários. Ramos-Vinolas aproveitou um segundo saque mais firme do que o de Dimitrov e venceu 63% dos pontos nessa situação – o oponente teve apenas 23% de aproveitamento e se manteve vivo no primeiro set graças ao bom saque, atingindo 68% de aproveitamento. No tie-break, novamente muito equilíbrio e vitória por 8/6 para o espanhol.

O ambiente de equilíbrio sumiu no segundo set. Talvez aliviado pela vitória do set inicial, Ramos-Vinolas não entrou com a mesma concentração e foi facilmente quebrado nas três oportunidades que cedeu a Dimitrov. O búlgaro aproveitou bem e fechou um tranquilo 6/1. Após a partida, o espanhol explicou a queda de rendimento nesse set.

Eu estava um pouco cansado depois do primeiro set, então eu precisei me recuperar em alguns momentos e o fiz ao longo do segundo set. Eu acho que o terceiro set foi psicologicamente muito exigente. Eu segui lutando o tempo todo e é por isso que estou muito feliz por vencer”.

No set decisivo, Ramos-Vinolas recuperou a concentração e mostrou muito equilíbrio emocional para salvar incríveis dez break points. Ele não evitou apenas uma oportunidade que levou o jogo mais uma vez para o tie-break, mas não deu chances para Dimitrov e fechou o jogo com um 7/3.

Depois da vitória, o espanhol não escondeu a alegria em chegar à final: “Eu estou muito feliz porque eu derrotei um grande jogador. Ele será um dos melhores nos próximos anos. Será outra final para mim amanhã e eu não tenho como estar mais feliz”.