Bellucci supera australiano Ebden e vai à final do qualifying em Xangai

Número um do Brasil venceu Matthew Ebden em sets diretos

Bellucci supera australiano Ebden e vai à final do qualifying em Xangai
Bellucci em ação/ Foto: ATP/ Divulgação
Thomaz Bellucci
2 0
Matthew Ebden

Neste sábado (08), ocorreu o primeiro dia de jogos válidos pelo Masters 1000 de Xangai, na China. Cabeça de chave número sete e número um do Brasil, Thomaz Bellucci venceu Matthew Ebden por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 7/5, em uma hora e 45 minutos. Com a vitória, o brasileiro avançou à última rodada do qualifying.

O adversário de Bellucci na próxima fase será o cabeça de chave número 12, o tcheco Lukas Rosol, que vem de vitória sobre Nikoloz Basilashvili por dois sets a um, com parciais de 7/6 4/6 e 7/6, em duas horas e 26 minutos em quadra. Rosol é o atual 81º colocado no ranking da ATP e nunca enfrentou o brasileiro em partidas oficiais.

Thomaz foi superior ao adversário em quase todos os quesitos. Nas estatísticas, o número um do Brasil venceu 76% dos pontos com seu primeiro serviço e 56% com o segundo,além de ter quebrado o saque do adversário em três ocasiões. Em comparação, Ebden ficou com 60% dos pontos disputados com seu primeiro serviço de 54% com o segundo. 

Atual campeão, o número um do mundo, Novak Djokovic da Sérvia desistiu do ATP 500 de Pequim por conta de lesão. "Por enquanto, meu plano é ir à Xangai. O número um do mundo e os títulos não são mais minha prioridade neste momento, mas eu posso garantir que, como sempre, estarei motivado." confessou o natural da capital sérvia.

"Ainda há uma microlesão no meu cotovelo, mas nada preocupante a longo prazo. Sinto que estou realmente muito perto do meu máximo, mas as lesões afetaram meu saque. Mesmo assim, estou satisfeito com a temporada. Não tenho nenhum arrependimento" esclareceu.

O Masters 1000 de Xangai, na China, ocorre entre os dias nove e 16 de outubro. O torneio distribui 1000 pontos no ranking, além de mais de um milhão de dólares para o campeão. O atual vencedor é o sérvio Novak Djokovic. A melhor cobertura do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.