Após um mês afastado, Djokovic retorna diante de Fognini no Masters 1000 de Xangai

Partida ocorre nesta terça-feira (11), a partir das 7h

Após um mês afastado, Djokovic retorna diante de Fognini no Masters 1000 de Xangai
Após um mês afastado, Djokovic volta diante de Fognini no Masters 1000 de Xangai/ Foto: Getty Images

Nesta terça-feira (11), ocorre o segundo dia de jogos válidos pelo Masters 1000 de Xangai, na China. Número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic retorna às quadras, depois de um período de 30 dias afastado, por conta de lesão.

“Estou feliz por voltar a Xangai. Tenho treinado nas últimas semanas e venho tentando voltar a ser competitivo"

Seu adversário na estreia será o italiano Fabio Fognini - 43º colocado no ranking da ATP. No confronto direto, os dois já se enfrentaram em oito ocasiões, com sete vitórias do tenista da Sérvia, contra apenas uma do italiano, que ocorreu na decisão do Masters 1000 de Roma, na Itália, no ano de 2006, quando o tenista da casa levou a melhor em três sets, com parciais de 7/6 1/6 e 6/3.

Djoko não entra em quadra desde a final do quarto e último Grand Slam do ano, o US Open, quando acabou derrotado pelo suíço Stan Wawrinka por três sets a um, de virada, com parciais de 6/7 6/4 7/5 e 6/3. Durante o jogo, o número um do mundo sentiu dores nos pés e, por isso, teve de remover suas unhas.  "As unhas dos pés estavam fora do lugar e sangrando, por isso foi muito doloroso me movimentar, mas eu tentei" disse.

LEIA MAIS: Djokovic terá de remover unhas do pé devido a lesão

Neste período, o sérvio também chamou uma coletiva de imprensa, na qual declarou sua desistência do ATP 500 de Pequim, no qual defendia o título. "Ainda há uma microlesão no meu cotovelo, mas nada preocupante a longo prazo. Sinto que estou realmente muito perto do meu máximo, mas as lesões afetaram meu saque. Mesmo assim, estou satisfeito com a temporada. Não tenho nenhum arrependimento" esclareceu.

O líder do ranking mundial ainda confessou um desânimo após a conquista de Roland Garros"O número um do mundo e os títulos não são mais minha prioridade neste momento, mas eu posso garantir que, como sempre, estarei motivado" afirmou. Porém, vem confiante para Xangai“Estou feliz por voltar a Xangai. Tenho treinado nas últimas semanas e venho tentando voltar a ser competitivo, o que é algo que eu acho que vou alcançar nesta semana ou na próxima. Eu tento não pensar no que aconteceu antes ou no que ainda vai acontecer. Eu acredito no presente, e esse tipo de mentalidade é o melhor para mim”.

O Masters 1000 de Xangai, na China, ocorre entre os dias nove e 16 de outubro. O torneio distribui 1000 pontos no ranking, além de mais de um milhão de dólares para o campeão. O atual vencedor é o sérvio Novak Djokovic. A melhor cobertura do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.