Em sua volta, Djokovic derrota Fognini e avança as oitavas em Xangai

Com facilidade, sérvio bate rival em apenas uma hora e quinze o rival Fábio Fognini

Em sua volta, Djokovic derrota Fognini e avança as oitavas em Xangai
Foto: Getty Images
Novak Djokovic
2 0
Fábio Fognini

Nesta manhã de terça-feira (11) no horário de Brasília, o sérvio Novak Djokovic não precisou de muito esforço para vencer em sua estréia no Shanghai Rolex Masters. "Nole" bateu o italiano Fábio Fognini (#52) facilmente por 2 sets a 0, em um duplo 6/3, em apenas uma hora e quinze minutos de partida.

Após um mês da derrota no US-Open para Stanislas Wawrinka (#3), essa foi a volta de Djokovic às quadras, o tenista pretende atuar ainda este ano apenas no Masters 1000 de Paris e no ATP Finals que será realizado em Londres.

O vencedor aproveitou quatro dos seus cinco breaks, e sem nenhum tipo de dificuldade fez com que Fábio Fognini volte para a sua casa em Arma di Taggio, na Itália.

Este foi o oitavo confronto entre os dois tenistas e a oitava vitória de Djokovic, o último confronto havia sido no Australian Open de 2014, onde Djoko ganhou facilmente e com direito a um pneu no segundo set.

Agora, Djoko aguarda o seu próximo adversário que sairá do confronto entre Vasek Pospisil (#131) e o búlgaro Grigor Dmitrov (#18).

Dmitrov passou na primeira fase do Masters 1000 de Xangai pelo frances Richard Gasquet, atual número 14 do ranking e foi vice-campeão do último torneio que disputou, o ATP 500 de Pequim, sendo derrotado pelo escocês e número 2 do mundo, Andy Murray.  Já o canadense Vasek passou na primeira rodada do qualifying surpreendendo o tenista francês Adrian Mannarino (#59) e em seguida, na segunda rodada novamente surpreendeu e derrotou o espanhol Inigo Cervantes (#81). No último torneio disputado, o ATP 500 de Tóquio, ele foi derrotado na segunda fase do qualifying por um tenista convidado local, Go Saeda (#129).

No ranking: Mesmo com a eliminação rápida, nada mudará para Fábio Fognini essa semana, o tenista não corre risco de queda no ranking. Djokovic igualmente, lidera com sobra e nem uma eliminação precoce o tira da ponta.