ATP suspende Nick Kyrgios por oito semanas após incidente em Xangai

Tenista australiano ainda levou uma multa de 16.500 dólares, depois de ser julgado como conduta imprópria sua atitude no Masters 1000 da China

ATP suspende Nick Kyrgios por oito semanas após incidente em Xangai
Foto: Getty Images/Lintao Zhang

Após tanto aprontar, Nick Kyrgios conseguiu ser suspenso pela ATP.  O australiano número 14 do mundo, foi suspenso pela entidade por oito semanas e recebeu uma multa de US$ 16,5 mil (R$ 52,7 mil), ainda na semana passada no Masters 1000 de Xangai. Caso aceite se consultar com um psicólogo, sua pena será diminuida para 3 semanas.

Tudo aconteceu na derrota por 2 a 0 contra o alemão Mischa Zverev, onde Kyrgios claramente estava nem ai para a partida, chegando a sacar sem vontade e saindo de quadra. O australiano ainda discutiu com torcedores durante a partida, e levou advertência do juiz.

"Nick, você não pode jogar assim, OK? Isso não é profissional", falou árbitro da partida. "Você já pode fazer 'time' para que possa acabar logo esse jogo e voltar para casa?", disparou devolta o australiano.

Logo depois foi a vez de um fã falar para Kyrgios "Você tem que respeitar o jogo". Mais nervoso, o tenista devolveu "Você quer vir aqui e jogar? Sente-se, cale-se e assista".

Após a partida, o atleta chegou a se desculpar nas redes sociais, mas não foi o suficiente. "Nada bom o bastante hoje em vários níveis, sou melhor do que isso. Eu posso continuar pedindo desculpas, mas elas não existem. Perdão", disse Kyrgios.

O jovem australiano coleciona polêmicas e confusões no circuito da ATP. Em 2015 o mesmo foi suspenso e multado após ofender o suiço Stan Wawrinka, numa partida do Masters 1000 de Montreal.

Curioso no caso de Kyrgios, é que o incidente em Xangai foi exatamente um dia após o mesmo confessar que os conselhos dados pela lenda do tênis, John McEnroe, durante o  US Open, lhe abriram os olhos sobre sua carreira.

''As palavras do McEnroe abriram-me um pouco os olhos. Eu não quero jogar tênis durante muitos anos, por isso é lógico que não quero estar sempre lesionado nos poucos anos que penso que a minha carreira vai durar. Por isso procurei uma solução para melhorar a minha condição física”, confessou o australiano.