Voltando a jogar juntos, Bruno Soares e Marcelo Melo avançam em Estocolmo

Mineiros venceram o primeiro set e contaram com desistência de Kevin Anderson para vencer a partida

Voltando a jogar juntos, Bruno Soares e Marcelo Melo avançam em Estocolmo
(Foto: Getty Images)

Depois das derrotas inesperadas na Rio 2016 e na Copa Davis, os mineiros Bruno Soares (#2) e Marcelo Melo (#7) voltaram a jogar juntos nessa terça-feira (18), em Estocolmo, na Suécia. Com as parciais de 6/2 e 1/1 ret, eles venceram a parceria de Juan Martín Del Potro e Kevin Anderson.

Os brasileiros, que já venceram o torneio em 2012, agora avançam para as quartas de finais da competição, onde irão encarar a dupla do alemão Gero Kretschmer e do russo Igor Zelenay, que venceram os espanhóis Almagro Verdascna estreia.

A partida contra dois simplistas não provou ser um desafio para os brasileiros, que controlaram a partida desde o início e provaram que, quando juntos, formam uma das melhores parcerias de todo o circuito.

Após abrir logo 3/0 no primeiro set, a dupla mineira apenas controlou o jogo, vencendo a parcial por 6/2. Depois disso, eles viram o primeiro game do segundo set ir pelo ralo quando a parceria do argentino e do sul-africano quebrou logo no primeiro game. Reagindo rapidamente, Bruno e Marcelo conquistaram a quebra de volta logo no game seguinte, e então viram Anderson desistir, alegando uma lesão.

Apesar disso, o argentino Juan Martín Del Potro ainda jogará a chave de simples do torneio, enfrentando o grande sacador americano John Isner, na manhã desta quarta-feira.

No Twitter, houveram críticas duras à organização do torneio, que colocou a partida em uma quadra com pouca visibilidade, sendo que o jogo envolvia dois dos melhores duplistas da atualidade e outros dois grandes simplistas, que já alcançaram grandes feitos no circuito.

O jogo de Soares Melo ainda não tem data definida, visto que o torneio ainda não liberou a programação em seu site oficial, assim como a ATP.

O melhor do tênis mundial você acompanha aqui, na VAVEL Brasil.