Isner domina Ebden e fatura título em Newport

Americano não ganhava um título desde 2015, quando bateu o cipriota Marcos Baghdatis na final do ATP 250 de Atlanta. Ebden já foi campeão em Newport nas duplas, e chega à sua 1º final de simples na carreira

Isner domina Ebden e fatura título em Newport
Foto: ATP World Tour / Divulgação
John Isner
2 0
Matthew Ebden

O Hall of Fame do tênis novamente sedia o seu tradicional torneio de nível 250 da ATP, na cidade de Newport. O Dell Technologies Hall of Fame Open encerrou a temporada de grama do circuito profissional, na semana após a final de Wimbledon. Este ano, o tenista local John Isner buscava seu 3º título neste torneio, enquanto o australiano de 29 anos Matthew Ebden, chegou à sua 1º final de um torneio deste nível em toda a sua carreira.

A experiência e a superfície ajudaram bastante Isner, que além de disparar seus costumeiros números altos de aces em partidas, conseguiu dorminar várias ações de Ebden quando o mesmo sacava, e em sets diretos, o americano levantou o troféu novamente em Newport.

O 1º set começou com saque de Isner, já confirmando com extrema facilidade. Ebden se mostrava um pouco nervoso com este final, e no seu game de saque, este nervosismo se fez presente, sendo quebrado no 30-40 com uma dupla falta com 2 bolas uase no mesmo ponto da quadra e bem longe da área de saque. Com isso, o americano conseguiu confirmar seu saque seguinte e abrir vantagem de 3/0 no jogo. Restou apenas a Ebden ir confirmando seus saques, enquanto Isner disparava seus aces e bons saques quase intermináveis para vencer rapidamente o set por 6/3.

O 2º set viu um equilibrio melhor, já que Ebden aproveitou mais seus serviços, e variou mais as jogadas. Com isso, não enfrentou mais nenhum break point, e ainda conseguiu jogar um pouco mais quando Isner sacava. O tie break foi inevitável, e nele, valeu a experiência do americano, que foi preciso nos seus voleios junto a rede para matar os pontos. Com 1 mini break de vantagem, fechou o jogo sacando, e no placar de 7-4 no tie, a partida se encerrou com apenas 1h15 de disputa no total.

Ebden voltou ao TOP 200 da ATP após esta final, saltando de 249º parea 154º no ranking. Já Isner subiu apenas 1, de 21º para 20º do mundo.

Tênis