Em duelo da nova geração, Zverev vence Shapovalov e desafia Federer na decisão de Montréal

Jovens tenistas protagonizam bela semifinal, mas cabeça de chave número 4 cresce nas horas decisivas e avança à grande final

Em duelo da nova geração, Zverev vence Shapovalov e desafia Federer na decisão de Montréal
(Foto: Minas Panagiotakis/Getty Images)
Alexander Zverev
2 0
Denis Shapovalov

A grande decisão do Masters 1000 de Montréal está definida. Na noite deste sábado (12), Alexander Zverev e Denis Shapovalov entraram em quadra para definir quem desafiaria Roger Federer na final do torneio. Mais cedo, o suíço bateu o veterano Robin Haase por 2 sets a 0, parciais de 6/3 7/6(5) e se garantiu em mais uma final na temporada.

Denis Shapovalov e Alexander Zverev, com 18 e 20 anos respectivamente, protagonizaram um belo duelo da chamada "nova geração do tênis". A partida foi bastante disputada e decidida no detalhe, a favor do mais "experiente" Zverev. Com quebras cirúrgicas, o alemão, cabeça de chave número 4, venceu a sensação canadense por 2 sets a 0, parciais 6/4 7/5, em 1h43 de jogo.

Vivendo o melhor ano de sua carreira, Alexander Zverev, atual número 8 do ranking, buscará o seu quinto título na temporada. O alemão conquistou Montpellier (ATP 250), Munique (ATP 250), Washington (ATP 500) e o Masters 1000 de Roma

Shapovalov, por sua vez, se despede de Montréal com honras. O jovem tenista estabeleceu o melhor resultado de sua carreira em torneios de grande porte e deve ganhar inúmeras posições no ranking da ATP. A 'sensação' canadense foi responsável pela eliminação precoce de grandes nomes, como Juan Martín Del Potro e Rafael Nadal.

Quebra cirúrgica define primeiro set

O equilíbrio foi a tônica da primeira parcial. Os oito primeiros games da partida transcorreram sem grandes sustos para os sacadores, com ambos confirmando tranquilamente seus respectivos serviços. Os dois tenistas se mostravam bastante soltos em quadra, apesar da pouca idade e do peso da semifinal.

No nono game, quando o placar apontava 4/4, Alexander Zverev aumentou a pressão em seu adversário e, jogando agressivamente, conseguiu a quebra que lhe deu a vantagem crucial. Após o break, o alemão confirmou seu saque sem susto e fechou em 6/4.

Alternâncias, breaks e vitória alemã

(Foto: Minas Panagiotakis/Getty Images)

Embalado pela vitória no primeiro set, Zverev foi pra cima de Shapovalov logo no primeiro game. Aproveitando um momento de instabilidade do canadense, o alemão conseguiu a quebra imediata. Todavia, o tenista da casa não se deu por vencido e devolveu o break no game seguinte, empatando em 1/1

Diferente do primeiro set, a segunda parcial foi repleta de alternativas. O "momentum" da partida mudava a cada game, e nenhum dos dois tenistas conseguia confirmar facilmente o saque. No quinto game, Shapovalov batalhou muito e abriu 3/2. Com 4/3 contra, Zverev correu o risco de ver seu rival abrir 5/3 e saque, mas salvou dois break points para igualar o jogo em quatro games.

A medida que os games iam passando, mais nervoso o jogo ficava. Com 5/5 no placar, Zverev repetiu a história do primeiro set e conseguiu a quebra crucial. Para Shapovalov, só restava pressionar e tentar sobreviver no jogo. E assim o canadense fez, chegando à dois break points. Mas o alemão, com grande frieza, conseguiu salvar ambos e fechar o set em 7/5.


Share on Facebook