Gigante na final! Kevin Anderson bate Pablo Carreño Busta e está na decisão do US Open 2017

Agressividade do sul-africano vence solidez espanhola em partida de quatro sets; outro finalista sairá do duelo entre Rafael Nadal e Juan Martín Del Potro

Gigante na final! Kevin Anderson bate Pablo Carreño Busta e está na decisão do US Open 2017
(Foto: Elsa/Getty Images)
Kevin Anderson
3 1
Pablo Carreño Busta

O US Open 2017 já conheceu o seu primeiro finalista na chave masculina. No fim da tarde desta sexta-feira (8), Pablo Carreño Busta e Kevin Anderson duelaram na Arthur Ashe em busca da primeira vaga na grande decisão.

Em um embate de "azarões", melhor para o tenista sul-africano. Com seus poderosos saques e forehands, o cabeça de chave 28 chegou a sair perdendo, mas reagiu e eliminou o espanhol em quatro sets, com parciais de 4-6 7-5 6-3 6-4. A partida durou 2h55.

Aos 31 anos, Kevin Anderson já consolida o maior resultado de sua carreira. Profissional desde 2007, o sul-africano jamais havia passado sequer das quartas de final de um Grand Slam

Anderson aguarda a definição de seu adversário na decisão do Major norte-americano. O segundo finalista sairá do duelo entre Rafael Nadal e Juan Martín Del Potro

Resumo da partida

(Foto: Elsa/Getty Images)

Semifinal de Grand Slam. Emocionalmente, um jogo complicado para qualquer tenista. Para Carreño Busta e Kevin Anderson, pouco acostumados à chegar tão longe em torneios deste porte, ainda mais. No primeiro set, o sul-africano parece ter sentido muito a pressão do jogo, cometendo muitos erros não-forçados (14) e facilitando a vida de seu adversário. Mais sólido e mais concentrado, Carreño Busta precisou de apenas uma quebra para fechar o set em 6-4.

Na segunda parcial, um pouco mais a vontade em quadra, Anderson jogou com mais confiança. Apesar do seu primeiro serviço ter entrado menos que na primeira parcial, o sul-africano diminuiu o número de erros e conseguiu jogar melhor nos games de saque de seu adversário, conquistando duas quebras de serviço. A segunda delas veio no décimo segundo e derradeiro game, justamente para fechar em 7-5.

A vitória na parcial elevou demais a confiança de Anderson e baixou o moral de Carreño Busta. O terceiro set transcorreu ao gosto do sul-africano que, com uma quebra logo cedo, precisou apenas se assegurar em seu poderoso saque para levar a vitória na parcial. Distribuindo nove aces e quinze winners, Anderson fechou em 6-3, virando a partida em 2 sets a 1.

Atrás do placar, o espanhol não demonstrou poder de reação. Com grandes dificuldades de confirmar seus games de serviço, Carreño Busta sucumbiu logo no quinto game, permitindo seu adversário abrir 3-2 e saque. Muito confiante em seu serviço, o sul-africano deu pouquíssimas brechas no decorrer de toda a parcial. No décimo game, vencendo por 5-4, Anderson não oscilou e fechou a partida, classificando-se à primeira final de Grand Slam de sua carreira.

Estatísticas da partida

  • Aces: 22 x 1
  • Winners: 58 x 21
  • Erros não-forçados: 43 x 25
  • Break points: 4/14 (29%) x 2/4 (50%)
  • Total de pontos ganhos: 137 x 110