Nadal vence Del Potro de virada e está na final do US Open

Em temporada considerada incrível, líder do ranking enfrentará Kevin Anderson na final do último Grand Slam da temporada

Nadal vence Del Potro de virada e está na final do US Open
Espanhol comemora vitória/ Foto: AFP
Rafael Nadal
3 1
Juan Martín del Potro

Após uma vitória de virada em cima do argentino Juan Martín del Potro, por três sets a um, com parciais de 4/6 6/0 6/3 e 6/2, o líder do ranking, Rafael Nadal, está em mais uma decisão de Grand Slam na temporada. Esta será sua terceira final em um Major este ano contando com Australian Open e título em Roland Garros.

O espanhol enfrentará no domingo (10) o finalista inédito de Grand Slam, Kevin Anderson, que garantiu sua vaga após eliminar Pablo Carreño Busta em quatro sets com parciais de 4/6 7/5 6/3 6/4 em 2h57. No confronto direto, Nadal é invicto em cima do sul africano onde perdeu apenas um set em quatro jogos.

Em torneios de Grand Slam, o Touro Miúra perdeu apenas duas partidas das 24 que disputou na temporada – sendo estas contra Roger Federer na final do Aberto da Austrália e Gilles Müller nas oitavas de final do torneio tradicional de Wimbledon.

Confira o resumo da partida

Muito firme na primeira parcial, del Potro não cometeu nenhuma dupla falta e não teve seu serviço ameaçado. Apenas uma quebra no quinto game foi necessária para fazer 6/4 no set em 51 minutos. O argentino alcançou a marca de 85% dos pontos devolvidos com o primeiro saque do espanhol.

Com outra postura em quadra, Rafa voltou muito mais firme para o segunto set e precisou de apenas 28 minutos para igualar o jogo em um a um com direito a um pneu (6/0) em cima de seu adversário. O tenista hispânico disparou 13 bolas vencedoras e cometeu um erro não forçado contra dois e sete respectivamente.

Embalado pelo incrível set anterior, Nadal abriu vantagem de 3 a 0 na terceira série, alcançando a marca de vencer nove games seguidos. Apenas administrando a vantagem, venceu também a série e virou a partida para dois sets a um. Del Potro teve dificuldades com seu saque onde venceu somente três pontos com seu segundo serviço e não ameaçou o saque do tenista hispânico.

Sem perder sua determinação, o decacampeão de Roland Garros mais uma vez mostrou superioridade em seu serviço ao perder apenas dois pontos enquanto o argentino não garantiu nenhum ponto com seu segundo saque. Com duas quebras a seu favor, Rafael Nadal sacou com tranquilidade para o jogo em 5/2, confirmou e liquidou a partida em 2h34.

Bicampeão no US Open, o líder do ranking está de volta à uma final do torneio americano desde 2013 – ano em que foi campeão em cima do sérvio Novak Djokovic. Com este resultado, vai à sua 23a final de Grand Slam na carreira e iguala o ex-tenista sueco Björn Borg ao alcançar sua quarta decisão no ultimo Major do ano.