Brasil x Japão: sem Bellucci, brasileiros buscam vaga no Grupo Mundial da Davis

Com a lesão do principal jogador do país, equipe encara Japão - sem Kei Nishikori - pelos play-offs nas quadras rápidas de Osaka

Brasil x Japão: sem Bellucci, brasileiros buscam vaga no Grupo Mundial da Davis
Foto: Divulgação
Brasil
Japão

Entre os dias 15 e 17 de setembro, ocorre nas quadras rápidas de Osaka, no Japão, o confronto entre os donos da casa e o Brasil válido pelos play-offs do Grupo Mundial da Copa Davis de 2018. A equipe brasileira vem sem o seu principal jogador – o paulista Thomaz Bellucci - assim como os japoneses, que não contam com Kei Nishikori – 14ª colocado do ranking da ATP.

Equipe brasileira para o confronto:

Para a convocação, seria natural que o capitão João Zwetsch convocasse o número um do Brasil – Rogério Dutra Silva – além de Thomaz. Entretanto, por opção técnica, preferiu o jovem cearense Thiago Monteiro. Dessa forma, quando Bellucci anunciou que não jogará por conta de lesão, Rogerinho negou o pedido. Por isso, na vaga do paulista entra o gaúcho Guilherme Clezar – 223º do mundo.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Nas duplas, os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares serão os representantes brasileiros. No ano, Melo fez história ao conquistar Wimbledon ao lado do polonês Lukasz Kubot, além de ter liderado o ranking mundial. Já Soares não teve uma temporada tão boa, tendo como melhor resultado a final do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, jogando com o escocês Jamie Murray.

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Equipe japonesa para o confronto:

Assim como os brasileiros, os donos da casa vem com desfalques: estão fora do confronto não só o número um do país Kei Nishikori, como também os jovens Yoshihito Nishioka e Taro Daniel. Desse modo, a responsabilidade ficará nas costas do veterano Yuichi Sugita – número 42 do mundo – que vem na melhor fase da carreira, com título recente no ATP 250 de Antalya, na Turquia. A raquete dois do Japão será Go Soeda – 138º no ranking mundial.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Os duplistas serão o recente japonês naturalizado Ben Mclachlan – 140º do mundo – e Yasutaka Uchiyama – número 187 no ranking da ATP. Nenhum dos dois tem títulos no circuito da ATP, apenas de ATP Challenger. O time do Japão será comandado por Satoshi Iwabuchi.

Números do confronto direto:

Monteiro nunca enfrentou nem Sugita, nem Soeda. Assim como Clezar nunca confrontou Go, mas já teve pela frente Yuichi uma vez na carreira, na vitória na primeira rodada do ATP Challenger de Noumea, na Nova Caledônia, de 2015 por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/2.

Foto: Renato Miyaji/ VAVEL Brasil
Foto: Renato Miyaji/ VAVEL Brasil

Nas duplas, Marcelo – jogando com o croata Ivan Dodig – derrotou Uchiyama e Nishikori no ATP 500 de Tóquio de 2013, em sets diretos: 6/4 e 6/1.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.