Bia Haddad vira sobre Vekic e avança no WTA de Tianjin

Além da boa vitória na estreia, a brasileira ainda recebeu a notícia de sua indicação ao prêmio de revelação do ano da WTA

Bia Haddad vira sobre Vekic e avança no WTA de Tianjin
Bia Haddad vira sobre Vekic e avança no WTA de Tianjin/ Foto: Getty Images
Beatriz Haddad Maia
2 1
Donna Vekic

Estreando em uma competição pela primeira vez como a número um da América Latina, Beatriz Haddad (#58) precisou virar sua partida contra a croata Donna Vekic (#46), nesta segunda-feira (11), no WTA Internacional de Tianjin, na China.

Após o atraso na programação devido às chuvas que atingiram a cidade, a paulistana pode enfim estrear já com sua indicação feita ao prêmio de revelação do ano da WTA. Com uma motivação extra, Bia conseguiu a virada sobre Vekic pelas parciais de 6-7(4)/6-4/6-2, em 2h10 de disputa.

Na segunda rodada, a brasileira irá enfrentar Sara Errani (#280). A italiana ex-top 5 derrotou a ucraniana Kateryna Kozlova (#81) por 6-2/6-1 na estreia. Este será o terceiro confronto entre ela e Beatriz, ambas possuem uma vitória cada com as duas partidas prévias sendo disputadas no saibro.

O jogo

O primeiro set ficou marcado pelos erros da brasileira nos momentos decisivos. Ao todo foram 12 chances de quebra perdidas por Bia, que só consolidou uma e para devolver a quebra que já havia sofrido ainda no primeiro game de jogo. O empate persistiu e, no tie-break, Vekic levou a melhor com uma mini-quebra à frente.

A número um do Brasil não abaixou a cabeça na segunda parcial. Melhorou seu aproveitamento e passou a dominar a disputa. Ela perdeu apenas um ponto enquanto jogou com seu primeiro saque neste set. Largou na frente com o único break point que teve ainda no terceiro game e sustentou sua vantagem para empatar a partida.

Bia terminou de minar a confiança de Vekic no set decisivo. Aproveitou as três chances que teve sem sequer ser pressionada em seu serviço. Passou perto do "pneu", mas, em uma última tentativa de recuperação, Vekic o impediu ao devolver uma das quebras. Com uma boa vantagem, Beatriz apenas administrou o placar.

Prêmio de revelação do ano

"2017 está sendo um ano muito especial, cheio de ‘primeiras vezes’ na minha carreira, como minha primeira vitória em Grand Slam em Wimbledon, primeira vitória sobre uma top 20, a Stosur, em Praga e minha primeira final de WTA em Seul” - Beatriz Haddad

A indicação de Beatriz Haddad ao prêmio de revelação do ano da WTA saiu horas antes de sua partida de estreia. Outras três tenistas concorrem na categoria: a norte-americana Cici Bellis (#44), a belga Elise Mertens (#38) e a tcheca Marketa Vondrousa (#63). O anúncio da vencedora será feito durante o WTA Finals, em Singapura, entre os dias 22 e 29 de outubro.

A indicação coroa este grande ano de Bia. Ela, que começou 2017 na 211ª posição, hoje é a 58ª melhor tenista do mundo - sendo a latino-americana mais bem ranqueada. Na temporada, ela marcou presença nas quartas de final do Premier de Praga e na grande final de Seoul. A brasileira também levantou os títulos do ITF US$ 25 mil de Clare e do ITF US$ 100 mil de Cagnes-Sur-Mer - o maior de sua carreira até então.