Com atuação de gala, Roger Federer vence Nadal e conquista Masters 1000 de Xangai

Dominando desde os primeiros pontos, suíço quebra, com autoridade, sequência invicta de rival; foi o sexto título de Federer na temporada

Com atuação de gala, Roger Federer vence Nadal e conquista Masters 1000 de Xangai
(Foto: Lintao Zhang/Getty Images)

Na manhã deste domingo (15), Roger Federer, número 2 do mundo, entrou em quadra contra Rafael Nadal, número 1 e principal favorito ao título do Masters chinês. Com ambos vivendo uma temporada vitoriosa, a expectativa era de um jogo extremamente equilibrado e de altíssima qualidade.

Em quadra, o que se viu foi um suíço extremamente a vontade, sacando muito bem, montando em seu eficiente forehand e devolvendo bem os complicados serviços de seu adversário. Inspirado, Roger Federer conseguiu frear a sequência invicta de Nadal até com certa tranquilidade: 6/4 e 6/3, em apenas 1h12 de partida.

Este foi o quarto 'Fedal' da temporada, com quatro vitórias do suíço. Anteriormente, Roger já havia vencido o espanhol nas campanhas do Australian Open e dos Masters de Indian Wells e Miami. Em todos estes torneios, Federer sagrou-se campeão. São seis títulos na temporada, marca idêntica a do próprio rival deste domingo.

O triunfo marcou o 94º título de nível ATP da carreira do tenista de 36 anos. Esta impressionante marca consolidou Federer como o segundo maior em número de títulos, ao lado de Ivan Lendl. Jimmy Connors, com 109 troféus, lidera.

O triunfo de Roger Federer mantém a disputa pelo topo do ranking ainda em aberto nesta temporada de 2017. Os dois tenistas ainda jogarão o ATP 500 de Basel, o Masters 1000 de Paris e o ATP Finals, em Londres.

Quebra crucial, saque suíço imparável

(Foto: Kevin Lee/Getty Images)
(Foto: Kevin Lee/Getty Images)

Agressivo e impondo seu ritmo desde os primeiros pontos, Federer já começou a partida chegando a um 15-40 no serviço de seu adversário. Nadal ainda conseguiu uma pequena reação igualando, mas sucumbiu aos winners consecutivos do rival, perdendo o saque. No game seguinte, o suíço usou bem o seu primeiro serviço e confirmou com tranquilidade, rapidamente abrindo 2/0.

No decorrer da parcial, Federer foi frustrando Nadal com primeiros serviços muito bem colocados, praticamente impossíveis de retornar. Com atuação extremamente segura em seus games de serviço, o suíço sequer cedeu oportunidades de break point ao espanhol. Vencendo por 3/2, o suíço conseguiu um 'game perfeito', com quatro aces consecutivos, algo raro de se ver no tênis.

Trocando games com Nadal, Federer precisou apenas confirmar seu saque mais uma vez, no 5/4, para fechar o set: 6/4, com uma performance impecável do suíço. Foram sete aces e 16 winners, contra apenas cinco erros não-forçados.

Aula do suíço e sexto título da temporada

(Foto: Lintao Zhang/Getty Images)

A segunda parcial começou mais equilibrada. Ciente da importância de não perder seu serviço logo de cara, Nadal abriu o set com um game seguro, usando bastante o seu complicado saque aberto e tentando jogar a pressão pro outro lado. O suíço, por sua vez, mostrava a cada ponto que não iria oscilar ou diminuir o ritmo após o fortíssimo primeiro set. Por conta disso, os dois tenistas conseguiram jogar bem em seus serviços: 2/2, sem quebras.

A partir do quinto game, todavia, Federer abriu sua 'caixinha de ferramentas'. Em um game muito disputado, com bons backhands do espanhol e winners do suíço, melhor para a agressividade do número dois do mundo: break point e quebra consolidada. A quebra deixou Federer ainda mais no controle da partida, principalmente por conta de sua inspirada jornada no saque.

Sem deixar seu adversário respirar, Roger encurtava os pontos ao máximo. Nadal, visivelmente abatido, não tinha resposta para as bolas vencedoras do suíço. Com 5/3 contra, o espanhol precisava sacar pra se manter vivo na partida. Com um game irreconhecível e repleto de erros, forçados por um agressivo Federer, Nadal se viu diante de um abismo: 0-40 e três match points para o rival. O número 1 do mundo ainda conseguiu salvar o primeiro, mas não foi páreo na segunda chance. Roger Federer bicampeão de Xangai!

Curiosidades

+ Este foi o 27º título de Masters 1000 da carreira de Roger Federer;

+ O resultado deste domingo marcou a 700ª vitória do suíço em quadras duras, um recorde absoluto entre tenistas;

+ Nadal ainda lidera o confronto direto contra o suíço: 23-15. Em quadras duras, Federer leva a melhor: 10-9;

+ É a primeira vez que Roger consegue impor uma corrida de cinco vitórias consecutivas contra o espanhol;