Masters 1000 de Paris: Krajinovic derrota Isner e desafia Sock na primeira final da carreira

Jovem sérvio venceu norte-americano por dois sets a um, já Jack Sock eliminou Julien Benneteau

Masters 1000 de Paris: Krajinovic derrota Isner e desafia Sock na primeira final da carreira
Krajinovic derrota Isner e desafia Sock na primeira final da carreira no Masters 1000 de Paris (Foto: Reuters)

As partidas válidas pelas semifinais da chave de simples do Masters 1000 de Paris, na França, foram disputadas neste sábado (04). Vindo do qualifying, o tenista sérvio Filip Krajinovic conquistou vaga na decisão, depois de bater John Isner dos Estados Unidos. Do outro lado da chave, o cabeça de chave número 18 - Jack Sock - derrotou o tenista da casa Julien Benneteau para alcançar a final.

+ Em confronto brasileiro, Melo leva a melhor sobre Soares e vai à final em Paris

Krajinovic sofre, mas derrota Isner

No primeiro jogo do dia, a surpresa sérvia Filip Krajinovic entrou em quadra para enfrentar o norte-americano John Isner - cabeça de chave número nove do torneio. Depois de duas horas e 31 minutos, o natural de Sombor venceu por dois sets a um, com parciais de 6/4 6/7 e 7/6.

Esta é a primeira decisão de torneios da ATP na carreira de Krajinovic.

Esta é a primeira decisão de torneios da ATP na carreira do tenista de 25 anos. Com os pontos conquistados nesta semana, Filip ganhou 44 posições no ranking mundial e alcançará seu melhor resultado na próxima segunda-feira (06): será o 33º colocado, seu melhor resultado até então havia sido a posição de número 75. Em caso de título, ainda pode ser o 25º.

Sock bate Benneteau em sets diretos

O segundo confronto do dia era o mais esperado pelo público francês, uma vez que Julien Benneteau enfrentaria o norte-americano Jack Sock - cabeça de chave número 18. Dominando a partida do começo ao fim, o natural de Lincoln acabou com o sonho dos torcedores locais ao vencer por dois sets a zero, com parciais de 7/5 e 6/2, em uma hora e 20 minutos.

+ Benneteau bate Cilic, adia aposentadoria e segue com semana mágica em Paris

Se for campeão, entrará no top 10 pela primeira vez e irá ao ATP Finals.

A final deste domingo (05), será a oitava na carreira de Jack, que já tem três títulos: os ATPs 250 de Houston, de Auckland e de Delray Beach. Na próxima atualização do ranking mundial, o tenista dos Estados Unidos também terá seu melhor resultado da carreira: se for campeão, entrará no top 10 pela primeira vez: será o nono do mundo. Já se for vice, será o 14º.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.