Dimitrov desbanca Thiem na primeira rodada do ATP Finals

Na estreia do Grupo Pete Sampras, búlgaro vence austríaco por dois sets a um

Dimitrov desbanca Thiem na primeira rodada do ATP Finals
Grigor bate forehand (Foto: Getty Images)
Grigor Dimitrov
2 1
Dominic Thiem

Segundo dia de competição do ATP Finals 2017, nesta segunda-feira (13). Dia de estreia do Grupo "Pete Sampras". Na partida que abriu a quadra, o búlgaro Grigor Dimitrov (#6) superou o austríaco Dominic Thiem (#4) por dois sets a um, parciais de 6-3/5-7/7-5, em 2h22 de disputa.

+ Guia VAVEL do ATP Finals 2017

Na próxima rodada, Dimitrov irá encarar o belga David Goffin (#8) e Thiem enfrentará o espanhol Rafael Nadal (#1). Nadal e Goffin encerrarão a programação da quadra nesta segunda.

O jogo

"É aqui que eu sempre quis estar, junto dos melhores tenistas, e ainda por cima poder ganhar minha primeira partida, é tudo muito positivo" - Grigor Dimitrov

Primeiro set tranquilo para Dimitrov. O búlgaro não foi ameaçado em seu saque e pressionou o de seu adversário, alcançando uma quebra em três oportunidades. Thiem encontrou muita dificuldade para encaixar seu primeiro serviço em quadra, tendo um aproveitamento de apenas 37%.

Thiem melhorou na segunda parcial. O saque passou a entrar e seus erros diminuíram. O austríaco passou a incomodar, mas Dimitrov seguia com seu ritmo do primeiro set. A paridade se manteve até o 11º game, quando o búlgaro teve um break point, mas não o consolidou. Thiem devolveu na mesma moeda logo em seguida e fechou o set em 5-7.

Ambos mantiveram a postura agressiva no set decisivo. Novamente, a igualdade persistiu por boa parte e Dimitrov foi o primeiro a se postar a frente com uma quebra no sétimo game (4-3). Thiem chegou a devolvê-la quando o búlgaro sacava para fechar a partida, mas logo em seguida o sexto cabeça de chave voltou a quebrá-lo e concluiu em 7-5.

Aos 26 anos, o búlgaro Grigor Dimitrov fez o melhor ano de sua vida nesta temporada. Com um início arrasador que rendeu os títulos dos ATPs 250 de Brisbane e Sofia, além da semifinal no Australian Open, o natural de Haskovo mostrou que estava cada vez mais maduro. No total, Grigor teve 44 vitórias em 63 partidas e três títulos: também foi campeão do Masters 1000 de Cincinnati, depois de derrotar o australiano Nick Kyrgios.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.