Federer bate Zverev, alcança segunda vitória no grupo e avança às semis do ATP Finals

Suíço precisou suar a camisa para bater jovem alemão por 2 sets a 1; com duas vitórias, suíço conseguiu classificação antecipada

Federer bate Zverev, alcança segunda vitória no grupo e avança às semis do ATP Finals
(Foto: Julian Finney/Getty Images)
Roger Federer
2 1
Alexander Zverev

Na noite desta terça-feira (14), terceiro dia de ATP Finals, o grupo Boris Becker teve a sua segunda rodada concluída. Em quadra, Roger Federer encarou o jovem Alexander Zverev, terceiro melhor classificado para a última competição da temporada.

Uma vez que ambos venceram na estreia, um triunfo no duelo desta terça praticamente asseguraria a classificação para as semifinais. Cientes da importância da partida, os dois tenistas protagonizaram um grande jogo, bastante disputado. Em 2h15 de partida, Roger Federer levou a melhor por 2 sets a 1, parciais de 7/6 5/7 e 6/1.

Mais cedo, Jack Sock e Marin Cilic se enfrentaram jogando pela sobrevivência no grupo. Em um resultado surpreendente, o norte-americano, vivendo grande fase após o título em Paris, bateu o croata por 2 sets a 1.

Com os resultados de segunda rodada definidos, Roger Federer garantiu sua vaga nas semifinais. O suíço fecha a fase de grupos contra o já eliminado Cilic, para cumprir tabela. Jack Sock e Alexander Zverev, com uma vitória cada, se enfrentam na última rodada da fase e duelam pela segunda vaga.

Resumo do jogo

(Foto: Julian Finney/Getty Images)

A partida começou bastante equilibrada, com os dois tenistas, excelentes sacadores, tendo problemas em seus games de serviço. A partir do 1/1, porém, jogo ganhou grande velocidade, e os dois tenistas passaram a confirmar com enorme tranquilidade. No 3/2 contra, o alemão empatou a parcial em um game relâmpago, com pouco mais de um minuto de duração. Os rapidíssimos games seguiram até o 5/5, com chuva de aces para ambos os lados e ninguém conseguindo criar problemas no saque adversário.

Liderando por 6/5, Federer foi pra cima. Conseguindo devolver melhor os potentes saques do alemão, o suíço construiu belos pontos e chegou a ter dois sets points. Todavia, mostrando grande frieza, Zverev salvou os dois e igualou em 6/6, levando a parcial pro tiebreak. No desempate, o alemão se impôs e logo abriu 4-0, mas Federer não desistiu e virou para 5-4. Com dois pontos consecutivos, Zverev chegou ao set point, mas Roger salvou, elevou o nível e fechou em 8-6.

Abalado com a derrota no primeiro set, Zverev foi presa fácil para Federer no início da segunda parcial. O suíço tratou de aproveitar o momento de instabilidade do rival e consolidou uma quebra, rapidamente abrindo 2/0. Entretanto, o alemão não estava disposto a desistir tão fácil do jogo, e após conseguir boas devoluções, devolveu a quebra e igualou o set em 2/2. A tensão no jogo aumentou, e os games passaram a ser longos e extremamente disputados.

Quando a parcial apontava 5/5, Zverev jogou um sólido game de saque, demonstrando grande maturidade. Com 6/5 contra, Federer, apesar de toda a experiência, sentiu a pressão e saiu atrás 0-40. Apesar dos esforços do suíço para salvar os break points, seu adversário aproveitou na terceira chance, fechando o set em 7/5 e igualando o jogo em 1 a 1.

O equilíbrio dos dois sets anteriores não se fez presente no terceiro e decisivo set. Federer colocou a cabeça no lugar e jogou magistralmente na parcial, conseguindo duas quebras de vantagem e abrindo confortável vantagem de 4/1. Prestes a abrir 5/1, o suíço precisou salvar break point, mas conseguiu confirmar. Batido em quadra, Zverev foi para o saque tentando se manter vivo, mas cometeu erros e foi quebrado novamente, com uma dupla falta.