Número 81 do mundo, Eugenie Bouchard espera esquecer 2017: "Esse foi meu pior ano"

Tenista se disse desapontada com rendimento, e espera superar momento ruim para melhorar em 2018; sobre redes sociais, canadense ignora críticas: "Só estou sendo eu mesma"

Número 81 do mundo, Eugenie Bouchard espera esquecer 2017: "Esse foi meu pior ano"
Canadense só alcançou uma semifinal no ano (Foto: Getty Images)

Finalista de Wimbledon e semifinalista do Australian Open e de Roland Garros em 2014, a canadense Eugenie Bouchard não conseguiu repetir seu desempenho nos anos subsequentes. Em 2017, a tenista de 23 anos, ex-número 5 do mundo, teve seu desempenho mais decepcionante desde que se tornou profissional e caiu para o número 81 do ranking da WTA.

Em entrevista ao site oficial da WTA, Bouchard afirmou que espera esquecer 2017, para focar em sua recuperação e buscar melhores resultados para o ano que vem.

"Não estou em uma grande posição com certeza. Esse ano foi realmente o meu pior desde que entrei no circuito como profissional. Então estou realmente decepcionada comigo mesma. Obviamente eu tive algumas lesões, o que não ajuda no nível de confiança no seu jogo e também no seu corpo e em si mesma. Mas, no fim, eu apenas não joguei bem como eu gostaria. Então o objetivo é não pensar mais nisso e olhar para frente, tentando fazer melhor", afirmou.

Em 2017, Bouchard venceu apenas 13 jogos e perdeu 27, foi eliminada em 14 jogos de primeira rodada, dos 27 torneios que disputou - perdeu seus últimos cinco jogos na temporada. Suas campanhas mais memoráveis foram a semifinal de Sydney, em janeiro, e as quartas-de-final em Madrid, em maio, torneio em que derrotou Maria Sharapova (#59), após criticá-la por conta do doping que afastou a russa por 15 meses das quadras. Além disso, Genie foi vice-campeã em dois torneios de duplas: em agosto, em Washington, com Sloane Stephens, e em Luxemburgo, em novembro, com Kirsten Flipkens

Vitória sobre Sharapova no R2 em Madrid foi um dos poucos momentos de glória de Bouchard em 2017 (Foto: Getty Images)

Popular nas redes sociais, Genie Bouchard também é alvo de críticas pela número de posts e de propagandas que faz. Perguntada se isso poderia estar atrapalhando seu rendimento, a canadense afirma que é apenas uma maneira natural de se viver nos dias atuais.

"As redes sociais é uma parte da nossa geração e é algo que eu faria mesmo se não fosse uma figura pública. Todos os meus amigos, minhas irmãs e minha família, todo mundo, nós todos fazemos isso naturalmente. Nós acordamos pela manhã, comemos nossa tigela de frutas, e temos que postar no Instagram. Estou apenas sendo eu mesma, estou fazendo o que todo mundo faz", disse.

A estreia de Bouchard em 2018 acontecerá no torneio amistoso Hopman Cup, em Perth, na Austrália. O campeonato é uma disputa entre países e não conta pontos para o ranking. Genie representará o Canadá ao lado de Vasek Pospisil (#109). A canadense enfrenta no dia 31 de dezembro a australiana Daria Gavrilova (#25), e, no mesmo dia, ao lado de Pospisil, joga contra a dupla da Austrália, Gavrilova-Kokkinakis.