Gasquet e Herbert vencem e colocam França na liderança na final da Copa Davis

Franceses derrotaram Bemelmans e De Loore por três sets a um

Gasquet e Herbert vencem e colocam França na liderança na final da Copa Davis
Dupla da França comemora junta (Foto: AP)
Gasquet/ Herbert
3 1
Bemelmans/ De Loore

O segundo dia do confronto que decide a Copa Davis de 2017 entre França e Bélgica ocorreu neste sábado (25), com a partida de duplas. Os donos da casa entraram em quadra com Pierre Hugues Herbert - 12º colocado no ranking de duplas - e Richard Gasquet. Já os belgas escalaram Ruben Bemelmans e Joris de Loore para o jogo.

Depois de três horas e sete minutos, a parceria francesa venceu por três sets a um, com parciais de 6/1 3/6 7/6 e 6/4.

Caso Tsonga vença Goffin no domingo, a França conquistará seu 10º título.

Com a vitória, a equipe da casa fica a uma vitória de seu 10º título. No domingo, Jo-Wilfried Tsonga  - número 15 do mundo - enfrenta David Goffin - sétimo colocado e vice-campeão do ATP Finals. Em caso de triunfo belga, a decisão vai para o confronto entre o jovem Lucas Pouille e o veterano Steve Darcis da Bélgica.

+ Copa Davis: Goffin e Tsonga confirmam favoritismo e primeiro dia da final termina empatado

Confira o resumo da partida

Acostumado a grandes palcos e decisões, Gasquet e Herbert começaram a partida muito bem: aproveitaram o nervosismo dos adversários para conquistar duas quebra e abrir 5/0. Mantendo a vantagem, fecharam em 6/1 depois de apenas 30 minutos.

Depois da derrota, a dupla da Bélgica entrou em jogo. Ganhando confiança depois de conseguir confirmar três games de saque consecutivos, conseguiram a quebra no quarto game. A partir daí, o set passou a ser marcado pela instabilidade: depois de um break para cada lado, a vantagem seguiu no lado belga. Confirmando o saque, fecharam em 6/3 para empatar.

O terceiro set foi equilibrado do começo ao fim. Cada dupla quebrou o serviço dos adversários uma vez, sendo a definição apenas no tiebreak, no qual De Loore e Bemelmans não ofereceram resistência: 7/2 para os franceses.

Depois do triunfo na terceira parcial, o confronto ficou praticamente definido. Jogando cada vez melhor, a dupla da casa crescia de produção. Com um break no sétimo game, conseguiram a vantagem para levar o set: 6/4.

No primeiro dia de jogos, Goffin passou por Pouille com facilidade, aplicando o placar de três sets a zero, com parciais de 7/5 6/3 e 6/1, em duas horas e um minuto em quadra. Na sequência, Tsonga atropelou Darcis em uma hora e 48 minutos, vencendo por três sets a zero, com parciais de 6/3 6/2 e 6/1.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.