Com Cilic e Monfils de novidades, Rio Open é lançado para edição 2018

Torneio acontece no Jóquei Clube Brasileiro nos dias 19 a 25 de fevereiro; Atual campeão, Dominic Thiem retorna ao Rio Open que contará com a presença do número 4 do mundo Marin Cilic

Com Cilic e Monfils de novidades, Rio Open é lançado para edição 2018
Cartaz oficial do Rio Open 2018 (Foto: Rio Open/Divulgação)

Voltando a encantar brasileiros com o mais importante torneio de tênis da América Latina, o Rio Open está de volta e foi lançado oficialmente na manhã desta terça-feira (5), no Jockey Clube Brasileiro, local que também sediará o evento que acontece dos dias 19 a 25 de fevereiro - contrariando a expectativa de uso do Centro Olímpico de Tênis. Atual campeão, o austríaco Dominic Thiem tem presença confirmada e as grandes novidades ficam por conta do croata Marin Cilic e do francês Gael Monfils.

LEIA MAIS: Thiem evita dobradinha de Carreño Busta e conquista Rio Open 2017

Sempre contando com várias presenças de tenistas brasileiros, o torneio terá de distribuir muitos convites nessa edição, visto que nenhum tenista do país terminou entre os 100 primeiros do ranking. As presenças garantidas até agora são dos duplistas Bruno Soares e Marcelo Melo, além da simplista Beatriz Haddad Maia.

Venda de ingressos para o Rio Open 2018 será aberta no dia 15, às 10h, com preços variando de R$ 30 a R$ 550. Ingressos podem ser adquiridos no site do evento.

O horário do torneio já havia sofrido alterações ao longo dos anos, saindo de estreias pela manhã e indo para o começo da tarde. Desta vez, o calor faz com que as partidas comecem apenas às 16h30.

O Aberto do Rio de Tênis é o único a reunir disputas simultâneas de um ATP World Tour e um WTA International. Valendo 500 pontos no ranking internacional para o campeão, configura-se como o maior torneio em atividade na América do Sul. São Paulo sedia o Brasil Open, valendo 250 pontos para o vencedor.

Atual campeão, Thiem volta ao Rio Open

Hoje consolidado como quinto melhor tenista do mundo, o austríaco Dominic Thiem retornará ao torneio brasileiro. Ele foi o quarto tenista diferente a vencer, além de David Ferrer, Rafael Nadal e Pablo Cuevas.

A tendência (e quase uma verdade confirmada) é de que ele vá ser o principal cabeça de chave do torneio. Nadal, Federer, Dimitrov e Zverev não demonstraram intenção de participar na Cidade Maravilhosa. E o austríaco não deixou de confirmar sua felicidade em voltar a jogar no Brasil.

“Estou muito feliz em voltar para o Rio Open e poder defender o meu título. O torneio vem crescendo a cada ano e é especial para mim desde que joguei aqui a primeira vez em 2015. É a base para a minha temporada de saibro e me sinto muito bem diante do público brasileiro e dessa cidade maravilhosa que é o Rio de Janeiro."

Carreño Busta retorna ao Rio

Atual vice-campeão, o espanhol é outro tenista que retornará ao evento após um 2017 cheio de sucesso, alcançando a semifinal do US Open e virando Top 10 pela primeira vez na carreira.

Cilic e Monfils são estreias confirmadas

O diretor Luiz Carvalho é conhecido por fazer boas escolhas. Em 2017 poderia ter trazido Tomas Berdych e Grigor Dimitrov, mas preferiu acertar com Kei Nishikori e Dominic Thiem, que deram épicas dimensões ao torneio, mesmo com a derrota do japonês na primeira rodada.

(Foto: Rio Open/Divulgação)
(Foto: Rio Open/Divulgação)

Um dos mais aclamados tenistas nos Jogos Olímpicos Rio 2016, o croata Marin Cilic é hoje o sexto melhor jogador do mundo, e confirmou que a torcida brasileira o impulsionou a voltar para o país.

“Estou super animado para jogar o Rio Open pela primeira vez. Estive no Rio nas Olimpíadas e adorei a experiência. Vai ser especial jogar diante dos fãs brasileiros, que me deram tanto carinho, novamente."

Também um jogador de atrativos e estilo irreverente, Gael Monfils é um dos expoentes do jogo feliz hoje em dia. 46° e parado devido à lesão, o francês vem ao Rio Open buscando provar seu jogo para conseguir voltar a subir. E ele garante: jogar o torneio era um plano antigo.

“Finalmente consegui colocar o Rio Open no meu calendário. Faz tempo que eu tenho vontade de jogar o torneio e agora vai acontecer. Eu adoro o Brasil e estou super animado para jogar diante dos cariocas e para visitar a Cidade Maravilhosa.”