Bellucci pega suspensão de cinco meses por doping

Brasileiro foi flagrado em junho com substância diurética durante o ATP 250 de Bastad, na Suécia

Bellucci pega suspensão de cinco meses por doping
Thomaz em ação na temporada passada (Foto: Getty Images)

Nesta quinta-feira (4), o tenista brasileiro Thomaz Bellucci anunciou em entrevista ter sido flagrado em um exame antidoping realizado em junho de 2017, em Bastad, na Suécia, com a presença de diurético proibido em seu organismo. A sustância flagrada no exame foi o hidroclorotiazide.

"Eu nunca tomei suplementos ou qualquer outra substância que fosse me favorecer ou que fosse infringir as regras do fairplay do esporte. Também não poderia imaginar que um multivitamínico feito por uma farmácia de manipulação pudesse sofrer contaminação cruzada em doses mínimas," alegou o paulista.

"Eu sempre tomei todos os cuidados e respeitei as regras. Foi justamente em um momento que eu estava me recuperando de lesões e fazendo transição importante na minha carreira, de me mudar para a Flórida, montar uma base de treinamentos lá para atingir o meu máximo potencial no circuito nos próximos anos," lamentou o ex-top 25.

Como o ex-número um do Brasil não atua desde o começo do mês de agosto, quando foi eliminado na primeira rodada do US Open pelo alemão Dustin Brown, sua suspensão acabará no final do mês de janeiro. Assim, o natural de Tietê não poderá disputar o Australian Open e voltará às quadras na gira sul-americana de saibro, podendo jogar no Brasil.

"Após uma longa análise dos fatos pela ITF, a entidade optou por uma pena branda, de cinco meses, o mínimo possível em um caso desses, que poderia ser de até quatro anos, tendo levado em consideração a diligência e a reputação do Thomaz, bem como todas as provas médicas e científicas apresentadas, somadas ao consumo não intencional da substância e à ausência de melhora da performance," disse Pedro Fida, advogado do brasileiro.

"A ITF advertiu Thomaz com essa baixa sanção pois entendeu que ele deveria ter checado a procedência do multivitamínico, verificado se a farmácia de manipulação cumpria com as normas regulatórias e se era confiável," completou.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.