Guia VAVEL do Australian Open: o que esperar da edição 2018?

Janeiro recebe o início do Grand Slam de maior público do circuito. Confira o guia que a VAVEL Brasil preparou sobre o Australian Open, o primeiro da série de quatro grandes torneios da temporada internacional do tênis

Guia VAVEL do Australian Open: o que esperar da edição 2018?
Guia VAVEL do Australian Open: o que esperar da edição 2018?

Quando se fala do Aberto da Austrália, todos sabemos que o torneio de Melbourne merece ser elogiado. Com modernidade, atenção e cuidado para com o público, a direção da competição é uma das mais competentes do circuito. E no próximo dia 15, terá início o primeiro Grand Slam do ano. Mas, quem são os favoritos da edição 2017? Quem são os brasileiros que estão na disputa? Alguém pode surpreender? Sabendo disso, a VAVEL Brasil preparou este guia para facilitar a vida dos amantes de tênis! 

♦ Renato Miyaji, editor de tênis da VAVEL: "O físico dos atletas vai pesar muito. Com grandes nomes, como Nadal e Djokovic, recuperando-se de lesões recentes, tudo pode acontecer. Mas, sem dúvidas, um nome desponta como principal favorito: Roger Federer, que pode fazer história ao conquistar seu 20º Slam e se igualar a Djokovic e a Emerson "

♦ João Araripe, setorista de tênis do Globoesporte.com: "A principal questão neste momento parece ser quanto a Djokovic. Sem Agassi na Australia, o sérvio volta às quadras solto na chave. Federer é principal favorito, e Nadal se testará nas primeiras rodadas. Zverev precisará lidar com seus demônios jogando com a pressão de ser favorito em busca da primeira final de Slam"

♦ Daniel Emmendoerfer, repórter da Folha: "Federer, que no ano passado era incógnita, hoje é o cara a ser batido. Difícil imaginar uma queda precoce do suíço no torneio. Djokovic e Nadal, este com uma chave mais acessível, por enquanto inspiram mais desconfiança do que confiança, mas em duas semanas esse cenário pode mudar. Dimitrov e Goffin, embalados pelo Finals, e Zverev, que ainda busca uma grande campanha em Grand Slam, são nomes para prestar atenção"

♦ Renato Miyaji, editor de tênis da VAVEL: "Assim como vem acontecendo desde que Serena Williams afastou-se do circuito, a chave feminina é imprevisível. Mas entre os nomes que se destacam na disputa estão Wozniacki, Venus Williams, Vandeweghe e Sharapova"

♦ João Araripe, setorista de tênis do Globoesporte.com: "Do lado feminino a lista de jogadoras que podem levantar o título é bem grande sem uma favorita absoluta. Halep, Muguruza, Pliskova, Svitolina e até nomes mais experientes como Kerber, Sharapova e Wozniacki dependerão da chave e adversárias pelo caminho"

♦ Daniel Emmendoerfer, repórter da Folha: "Se alguém souber, por favor me conte. O circuito vive dias de muito equilíbrio, o que deve se repetir em Melbourne. Há pelo menos seis jogadoras com chances reais de título e várias que correm por fora. Vale lembrar que dois dos Slams de 2017 foram vencidos pelas surpresas Ostapenko e Stephens. Não faltarão candidatas a zebras soltas pela chave"

♦ Renato Miyaji, editor de tênis da VAVEL: "Nas simples, a situação não é tão boa. Dificilmente Rogerinho vai conseguir um resultado expressivo, já a Bia tem mais chances de surpreender. Na chave de duplas, Melo e Soares vem em boa fase, podendo chegar às fases finais e até almejar o título"

♦ João Araripe, setorista de tênis do Globoesporte.com: "Nas duplas a expectativa otimista é de que Bruno e Marcelo tenham boa chances de atingir pelo menos as quartas. Rogerinho vencer uma seria lucro, e Bia precisa de sorte no sorteio para poder chegar numa 3ª rodada, quem sabe?"

♦ Daniel Emmendoerfer, repórter da Folha: "Nas duplas, Melo e Kubot partem com o status de número um e melhor dupla. Eles têm tudo para fazer uma campanha superior à do ano passado, quando caíram nas oitavas. Soares e Murray, que defendiam o título e perderam na estreia, agora devem jogar mais soltos. Bia Haddad disputará a chave pela primeira vez, o que pode pesar, mas tem boas condições de passar pela estreia. O que vier depois é lucro."

Quem são os favoritos?

♦ Renato Miyaji, editor de tênis da VAVEL: "Simples: Roger Federer e Venus Williams; Duplas: Kontinen/ Peers e Vesnina/ Makarova"

♦ João Araripe, setorista de tênis do Globoesporte.com: "Simples: Roger Federer e Karolina Pliskova; Duplas: Kontinen/Peers e Barty/Dellacqua"

♦ Daniel Emmendoerfer, repórter da Folha: "Simples masculino - Federer; Simples feminino - Halep, Wozniacki e Muguruza; Duplas masculinas - Melo/Kubot e Kontinen/Peers; Duplas femininas - Makarova/Vesnina"

Quem pode surpreender?

♦ Renato Miyaji, editor de tênis da VAVEL: "Goffin ,Kyrgios, Chung, Vandeweghe e Svitolina"

♦ João Araripe, setorista de tênis do Globoesporte.com: "Simples: Kerber e Bencic, Kyrgios; Duplas: Murray/Soares" 

♦ Daniel Emmendoerfer, repórter da Folha: "Simples masculino - Nick Kyrgios e Andrey Rublev; Simples feminino - Ashleigh Barty e Julia Goerges"