Bia Haddad vence na estreia do Australian Open e quebra jejum de 53 anos

Com a vitória contra a australiana Lizette Cabrera, a brasileira quebrou tabu que durava desde 1965 sem vitórias de brasileiras no torneio

Bia Haddad vence na estreia do Australian Open e quebra jejum de 53 anos
Foto: Anthony Au-Yeung/Getty Images
Bia Haddad
2 0
Lizette Cabrera

Com toda certeza o triunfo de Beatriz Haddad Maia, mais conhecida como Bia Haddad, foi muito mais que uma simples vitória em estréia de Grand Slam. Nessa terça-feira (16), a paulista número 71 do ranking da WTA, venceu a australiana convidada Lizette Cabrera, número 157° do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 e 6/4 em 1h35 de partida e avançou a segunda rodada do Australian Open.

Com a vitória, caiu um tabu de 53 anos sem vitórias de brasileiras na chave principal do torneio. A última havia sido em 1965, com a genial Maria Ester Bueno que acabou com o vice naquele ano.

Na próxima rodada, a brasileira irá enfrentar a tcheca Karolina Pliskova, sexta cabeça-de-chave do torneio venceu a paraguaia Veronica Cepede por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4.

Começo nervoso e virada no tie break

Bia Haddad não começou bem na partida. Logo no primeiro game sacando acabou tendo uma sequência de erros não forçados e viu Lizette Cabrera se aproveitar e abrir vantagem com uma quebra na frente. O jogo seguia no mesmo ritmo, com a brasileira errando cada vez mais e a australiana cheia de confiança, e assim Bia foi quebrada mais uma vez e viu Cabrera largar um 3 a 0 logo de cara.

Com a cabeça no lugar, a brasileira que havia cometido 9 erros não forçados nos 3 primeiros games, contra apenas 3 da australiana, começou a colocar a bola na quadra e com isso conseguiu o break point, e consequentemente devolveu uma das quebras, retornando para a partida.

No sétimo game a situação piorou novamente para a brasileira, que cometeu dupla falta e viu a australiana fazer 5-2 e podendo sacar para set. Quando tudo levava a crer que Cabrera venceria a primeira parcial, a brasileira mais uma vez ressuscita, e com a australiana ficando na rede acaba devolvendo outra quebra.

Com mais uma chance de fechar o set no décimo game, Cabrera vê a brasileira se soltar em quadra e soltar o braço para empatar o set, e em seguida pular na frente fazendo 6-5. Depois finalmente a australiana confirmou seu serviço e levou a decisão para o tie break.

A decisão no tie break foi quase que perfeita para a brasileira, que controlou bem, e quando vencia por 5-3 conseguiu tirar um ace salvador que lhe rendeu três set points. Logo em seguida, Bia fechou para selar a vitória no primeiro set em 7/6 e abrir o caminho para a vitória.

Mais emoção na segunda parcial

O segundo set começou logo com a brasileira quebrando Cabrera, fazendo 1-0 e indicando que seria um passeio para a vitória. Logo em seguida a australiana não se deu por vencida e devolveu a quebra, igualando os números.

Depois disso, Bia Haddad atropelou Cabrera nos games seguintes e deixou um sonoro 4-1 no placar, praticamente liquidando a fatura. Assim como o jogo todo, a emoção voltou para a partida.

A australiana retornou para o jogo, devolveu as duas quebras e empatou o set em 4-4, deixando a torcida local animada e esperançosa. O nono game foi essencial para a brasileira, que freiou a recuperação da adversária e quebrou mais uma vez, fazendo 5-4 e logo em seguida sacando bem e fechando o jogo em 2 sets a 0 e carimbando sua passagem para a próxima rodada.

Números da partida

Aces

Bia Haddad: 2 

Lizette Cabrera: 0

Dupla falta

Bia Haddad: 6

Lizette Cabrera: 4

Winners 

Bia Haddad: 13

Lizette Cabrera: 17

Pontos de primeiro serviço

Bia Haddad: 43

Lizette Cabrera: 57

Pontos de segundo serviço

Bia Haddad: 21

Lizette Cabrera: 28