Kerber interrompe bom momento de Hsieh e a elimina de virada nas oitavas do Australian Open

Taiwanesa vinha de vitórias sobre Muguruza e Radwanska, mas não foi capaz de vencer a ex-número um, invicta no ano até então

Kerber interrompe bom momento de Hsieh e a elimina de virada nas oitavas do Australian Open
Foto: WTA/Divulgação
Angelique Kerber
2 1
Su-Wei Hsieh

Angelique Kerber (#16) entrou em quadra nesta segunda-feira (22) pela quarta rodada do Australian Open para enfrentar Su-Wei Hsieh, veterana de 30 anos e número 88 do ranking. Um jogo fácil em tese, que exigiria pouco da alemã, mas o retrospecto da taiwanesa na competição contradizia essa ideia. Hsieh havia eliminado Garbiñe Muguruza (#3) na segunda rodada e Agnieszka Radwanska (#35) em seguida, e por pouco não despachou a alemã, campeã em 2016.

Kerber precisou de uma virada para vencer o confronto. A favorita ao título marcou dois sets a um, parciais de 4-6/7-5/6-2, em 2h11 e somou mais uma vitória às 12, que já tinha no ano.

A adversária da alemã nas quartas de final será Madison Keys (#20). A norte-americana surpreendeu a francesa Caroline Garcia (#8) em sets diretos (6-3/6-2) e também pode ser uma oponente perigosa para Kerber. Elas já se enfrentaram sete vezes, Angelique lidera com seis vitórias.

O jogo

Kerber começou à frente na partida. Logo no primeiro game, ela já tinha a quebra. Sem a pressão inicial, Hsieh se recuperou dos erros e conseguiu parear o jogo até devolver a quebra no sexto game. Confiante, a taiwanesa seguiu com seu plano e, com uma quebra decisiva no décimo game, abriu um a zero no placar.

A alemã cresceu no confronto na segunda parcial. Hsieh manteve o bom ritmo e, apesar da pressão, se segurou em seu serviço até o sétimo game, quando Kerber conseguiu a quebra. Não demorou nada para a taiwanesa devolver logo em seguida e chegar ao 4-5.

Hsieh ficou a três pontos da vitória, mas o saque de Kerber estava encaixado - a alemã teve um aproveitamento de 87% do primeiro serviço - e ela errava cada vez menos. A ex-número um voltou a quebrá-la no 11º game e confirmou o 7-5 para empatar o jogo.

O terceiro e decisivo set foi dominado pela alemã. Hsieh conseguiu apenas uma confirmação de saque e, apesar da quebra no segundo game, viu Kerber tomar três games de serviço seus. Com 6-2, a campeã de 2016 firmou mais um espaço em busca do bicampeonato.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.