Demoliner é eliminado por dupla de Monfils em Quito

Duplista brasileiro jogou ao lado de Raja e foi derrotado por franceses em três sets

Demoliner é eliminado por dupla de Monfils em Quito
Gaúcho em ação (Foto: ERIKA SANTELICES/ AFP)
Demoliner/ Raja
1 2
Descloix/ Monfils

O tenista brasileiro Marcelo Demoliner estreou nesta quarta-feira (7) no ATP 250 de Quito, no Equador. Jogando com o indiano Purav Raja - número 55 do mundo - o gaúcho acabou eliminado logo na estreia do torneio pela dupla francesa composta por Gael Monfils e Dorian Descloix.

A derrota foi por dois sets a um de virada, com parciais de 6/7 6/4 e 14/12, em uma hora e 40 minutos. Na segunda rodada da competição, a parceria da França enfrenta a dupla formada pelo dominicano Victor Estrella Burgos e o norueguês Casper Ruud, que venceram o italiano Federico Gaio e o eslovaco Andrej Martin em sets diretos, com parciais de 6/1 e 7/5, em apenas 60 minutos.

Demoliner foi o terceiro brasileiro a ser derrotado na primeira rodada do torneio: antes dele, o paulista Rogério Dutra Silva perdeu para Martin em sets diretos. Assim como Thomaz Bellucci, que levou a virada do atual tricampeão Estrella Burgos. O único a vencer foi Thiago Monteiro, que surpreendeu o argentino Horacio Zeballos.

+ No retorno às quadras, Bellucci perde para Estrella Burgos na estreia em Quito

+ Rogerinho perde para qualifier na estreia em Quito

Resumo da partida

O jogo foi disputado desde o princípio, com diversas chances de quebra para cada lado. O primeiro break foi a favor do brasileiro e do indiano no quarto game. No entanto, o empate foi conquistado no sétimo game. O placar manteve-se acirrado até o final do set. Assim, a definição foi para o tiebreak, no qual Demoliner e Raja foram muito superiores, vencendo por 7/2.

A dupla francesa começou o segundo set com uma quebra. Os quatro jogadores foram muito sólidos em seus games de saque, sem ter break points. A única chance de quebra foi no último game, mas os franceses salvaram e, na sequência, conquistaram o set por 6/4. O match tiebreak foi marcado pela instabilidade. Depois de salvar dois match points, a dupla da França levou a melhor, nos detalhes, ganhando por 14/12.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.