Bellucci vence o primeiro set, mas é derrotado por Schwartzman em Buenos Aires

Brasileiro perdeu para cabeça de chave número cinco por dois sets a um na capital argentina

Bellucci vence o primeiro set, mas é derrotado por Schwartzman em Buenos Aires
Bellucci bate forehand (Foto: Reuters)
Thomaz Bellucci
1 2
Diego Schwartzman

As partidas válidas pelas oitavas de final do ATP 250 de Buenos Aires, na Argentina, ocorreram nesta quarta-feira (14). Número três do Brasil, Thomaz Bellucci acabou eliminado da competição, depois de perder para o argentino Diego Schwartzman - cabeça de chave número cinco.

A vitória do tenista da casa foi de virada por dois sets a um, com parciais de 3/6 6/3 e 6/2, em uma hora e 50 minutos em quadra.

Nas quartas de final, Schwartzman tem pela frente o esloveno Aljaz Bedene - 51º do mundo - que vem de vitória surpreendente em cima do espanhol Albert Ramos-Vinolas - número 20 no ranking da ATP - por dois sets a um, com parciais de 3/6 7/5 e 6/1, em duas horas e 12 minutos.

Bellucci vinha de três vitórias consecutivas: no qualifying, derrotou o argentino Juan Ignacio Galarza - número 361 no ranking da ATP - em sets diretos por duplo 6/4. Na sequência, passou pelo tenista da casa Hernan Casanova - 315º colocado no ranking mundial - por dois sets a zero, com parciais de 6/2 e 6/4. Já na chave principal, venceu Pedro Cachin em sets diretos: 6/2 e 6/1.

Resumo da partida

O primeiro set foi marcado pela instabilidade dos dois lados, mas com leve superioridade para Bellucci. O paulista teve vantagem desde o início, quando conseguiu uma quebra. No sexto game, o argentino conseguiu empatar. Porém, a partir daí, perdeu sua concentração, o que acabou rendendo dois breaks a favor de Thomaz, que venceu por 6/3. 

Desde o princípio do segundo set, Schwartzman foi melhor. Logo no primeiro game, conseguiu a quebra. Com a vantagem no placar, ganhou confiança e cresceu no jogo. No nono game, o brasileiro sentiu a pressão e cedeu o set: 6/3. A mesma situação repetiu-se na terceira parcial: no quarto game, o argentino conseguiu a quebra. Mantendo a vantagem, ainda quebrou mais uma vez para fechar em 6/2.

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.