Em grande jogo, Sada Cruzeiro mantém invencibilidade e bate Sesi-SP na Superliga
Leal (no ataque) se destacou (Foto: Helcio Nagamine/Divulgação Fiesp)

Um dos maiores clássicos do voleibol brasileiro foi disputado na tarde deste sábado (10). O vice-líder da Superliga MasculinaSesi (SP), recebeu o líder Sada/Cruzeiro(MG), no ginásio Sesi, na Vila Leopoldina, em São Paulo. Com elencos recheados de estrelas e campeões olímpicos, as equipes protagonizaram uma grande partida.

Em um jogo muito disputado e decidido no tie-break, o time mineiro acabou levando a melhor, fechando o jogo em 3 a 2 com parciais de 25/23, 18/25, 29/27, 16/25 e 15/11. Com isso, manteve sua invencibilidade na competição, somando nove vitórias em nove jogos.

Com este resultado, o Cruzeiro soma 26 pontos na competição em nove jogos. Já o Sesi, que está com um jogo a menos, tem 20 pontos. As duas equipes voltam às quadras no próximo sábado pela 10° rodada da Superliga Masculina. O Cruzeiro recebe o Tuabaté às 19h30 e o Sesi visita o Juiz de fora às 18h.

O jogo

A equipe da casa começou forçando bastante o saque e conseguiu quebrar a recepção do time mineiro em boa passagem de Douglas Souza pelo serviço, abrindo 6/2. A sequência foi interrompida pelo pedido de tempo do treinador Marcelo Mendez, que mesmo com o papo não conseguiu reagir logo.

O time paulista estava bem no bloqueio e dificultava que a equipe de Minas chegasse perto do placar. Aos poucos, os donos da casa começaram a errar e os mineiros aproveitaram para diminuir a diferença para um ponto. Com um ponto de ace de Leal, o Cruzeiro passou a frente e Bruninho, tentando consertar um passe forte, acabou invadindo o campo adversário. Com isso, o Minas fechou em 25/23.

No segundo set, a equipe mineira começou melhor e conseguiram quebrar a recepção rival, abrindo 6/2. A equipe da casa igualou o placar, mas seu treinador não estava satisfeito e parou o jogo. Após a conversa, o jogo continuou equilibrado, mas o Cruzeiro começou a errar bastante e não conseguiu a reação. Em bloqueio duplo, o Sesi fechou o set em 25/18.

O terceiro set foi o mais equilibrado. Com troca constante na liderança, o Sesi conseguiu abrir uma vantagem no placar, dando sinal de que fecharia o set. Porém, uma bela passagem de Leal no saque deixou tudo igual de novo. O time paulista até teve um set-point, mas não conseguiu aproveitar. O Cruzeiro, por sua vez, precisou de apenas duas chances e conseguiu fechar o set em um saque de Leal em 29/27.

O quarto set também teve troca na liderança. O Cruzeiro saiu na frente, mas logo depois levou a virada. Com ótima atuação de Théo, o Sesi conseguiu abrir a maior vantagem do jogo e foi administrando, levando o jogo para o tie-break e fechando o set em 25/16.

No quinto e último set, o Cruzeiro mostrou sua força e não deu chances ao rival. A equipe mineira montou um ótimo bloqueio e não deixou passar mais nada, conseguindo abrir um 13/9. Douglas tentou forçar o saque, mas acabou jogando para fora e o Sada-Cruzeiro levou a partida, fechando o set em 15 a 11.

VAVEL Logo