Central Isac recebe prêmio de melhor jogador após clássico e se surpreende: "Comecei errando"
Foto: Isabelly Morais/VAVEL Brasil

No primeiro clássico mineiro de vôlei em 2017, o Cruzeiro foi absoluto para cima do Minas, vencendo os rivais por 3 sets a 0. Em quadra, pela sexta rodada do returno da Superliga Masculina, atuação de gala dos atletas celestes, que viram o cruzeirense Isac levando o Troféu Viva Vôlei para casa.

Justamente pela boa performance de toda a equipe, o central demonstrou surpresa ao ser agraciado pela votação popular. "Eu não esperava, porque comecei errando um pouco. Mas isso para mim [prêmio] não muda muita coisa, o importante é que nosso time veio aqui e fez o que tinha que ser feito, que é jogar voleibol. Uma partida difícil, jogar aqui nunca é fácil, ainda mais contra o Minas embalado", analisou Isac.

O Cruzeiro venceu todos os jogos do primeiro turno da Superliga e vem repetindo o feito no segundo. Adversário algum conseguiu barrar o ímpeto dos comandados de Marcelo Mendez, que nesta edição do principal torneio do país têm se mostrado imbatíveis. Mas Isac prefere não usar esse termo. "Não acredito muito em ser imbatível. Acho que cabe a nós jogar da forma mais forte possível, sem deixar o set abrir e brigando o tempo inteiro", disse.

Contra o Minas, os dois primeiros sets foram bem equilibrados, com o Cruzeiro sendo mais eficiente em suas retas finais. Mas no terceiro, o time celeste foi avassalador, fechando em 25 a 10, maior vantagem em um set nesta edição da Superliga Masculina. Um dos fundamentos mais bem feitos foi o saque, arma da equipe na etapa que fechou o confronto.

"Nosso time jogou muito bem hoje, soube administrar em momentos bons do Minas e ir atrás do placar. A gente também foi muito bem no saque e mostramos mais uma vez a nossa força nele", destacou o jogador.

VAVEL Logo