De virada! Rio de Janeiro sofre pressão, mas vence Minas pela Superliga Feminina
Foto: Orlando Bento/Minas Tênis Clube

Quando entraram em quadra, na noite desta terça-feira (7), Rexona/Sesc e Camponesa/Minas eram donas das melhores campanhas do segundo turno da Superliga Feminina até então - 25 e 23 pontos, respectivamente, em 27 disputados. Em jogo pela décima rodada da segunda metade do torneio, as cariocas derrotaram as mineiras por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 25/27, 25/20, 27/25 e 25/21.

No Parque Olímpico, o Rio começou sofrendo pressão do Minas, que vive uma ascensão no campeonato. As mineiras tinham sofrido apenas uma derrota no returno, para o Osasco. A vitória deixou as cariocas com a liderança ainda mais folgada, agora 59 pontos. A derrota também não altera a posição do Minas, que segue em quinto lugar, com 39 pontos.

O nome do jogo de acordo com votação popular e premiado com o Viva Vôlei foi Drussyla, ponteira do Rio que substituiu Gabi. A jovem foi para o banco por opção do técnico Bernardinho. Em quadra, a líbero Fabi comemorou seu aniversário de 37 anos com mais uma vitória na Superliga.

A próxima rodada encerra a primeira fase da competição, dando início aos playoffs. Para o Rio, garantido em primeiro, grande jogo contra o Praia Clube, no dia 10 de março, às 21h30. Em mesmos dia e horário, o Minas, também com vaga já carimbada na fase final do torneio, visita o Renata Valinhos.

Minas assusta, mas Rio imprime 'reação de líder' e vence a partida

Com 4 a 0 no placar, o Rio de Janeiro iniciou o duelo no Parque Olímpico impondo sua força para cima das mineiras. Em ascensão neste segundo turno da Superliga, as comandadas do técnico Paulo Coco buscaram a diferença, empatando em 17 a 17 e virando logo em seguida. O Rio voltou a ficar com vantagem, até que o Minas conseguiu fazer 27 a 25 e levar o primeiro set.

O Rio largou bem no início do segundo set, fazendo 5 a 2 para cima das mineiras. Mas com boa passagem pelo saque, a ponteira Jaqueline conduziu as visitantes ao empate em 5 a 5, trazendo o equilíbrio do fim primeiro set para a quadra novamente. As duas equipes não desperdiçavam contra-ataques, protagonizando lindos rallys.

Em um deles, a ponteira Drussyla, do time carioca, fez uma defesa com o pé, deixando as mandantes com 10 a 9 no placar. A distância entre os dois times seguiu apertada, mas com o Rio sempre tomando a frente. Na reta final do set, jogadas mais acertadas no lado carioca, que fechou a etapa em 25 a 20 depois que Jaqueline mandou um saque direto na rede.

O começo do terceiro set não foi diferente do que vinha sendo o jogo até então. Placar com pouca folga e belas jogadas. Mas à medida que a etapa foi avançando, o Minas conseguiu abrir boa margem contra as donas da casa, fazendo 20 a 14. 

Líderes não por acaso. As cariocas imprimiram uma reação para cima das mineiras, virando o placar para 25 a 24 com ace de Monique. Depois de recepção atrapalhada do Rio, Drussyla passou uma bola de manchete, mas Jaque não conseguiu pegar perto da rede, e as cariocas fecharam a etapa em 27 a 25.

Como na terceira etapa, o Minas iniciou o quarto set à frente do Rio de Janeiro. Depois de conseguir fazer 10 a 6, no entanto, o time mineiro viu as cariocas empatarem em 10 a 10, com sua levantadora Naiane dando dois toques em um levantamento. Bloqueios de Monique e Drussyla deixaram o Rio com 15 a 12, que passou a se manter com vantagem no placar. Drussyla mandou uma bola na diagonal curta para encerrar o duelo no Parque Olímpico, fechando o set em 25 a 21.

VAVEL Logo