Rexona-Sesc bate Pinheiros e sai na frente nos Playoffs da Superliga Feminina
Foto: Divulgação/Facebook Rexona

Na noite desta sexta-feira (17), o confronto entre Pinheiros x Rexona-Sesc marcou a primeira partida entre as equipes pelos Playoffs da Superliga Feminina de Vôlei. Em jogo realizado realizado no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP), o time carioca saiu na frente na melhor de 3 jogos vencendo a partida por 3 sets a 1 (21/25; 20/25; 25/16 e 23/25).

Favorito para os confrontos, o Rexona-Sesc teve a melhor campanha da primeira fase do torneio. Com 61 pontos conquistados, o time carioca foi derrotado apenas uma vez nos 22 jogos que disputou. Oposto ao adversário, o Pinheiros se classificou como oitavo colocado. Com 32 pontos ganhos, 10 vitórias e 12 derrotas no total.

Com experiência e volume de jogo, o Rexona-Sesc saiu na frente da série de partidas contra o Pinheiros nos playoffs da Superliga Feminina. Nos dois primeiros sets, se utilizando bem do bloqueio a equipe carioca conseguiu controlar o jogo e implementar uma boa vantagem no placar. A partir da terceira parcial, o Pinheiros cresceu nos fundamentos de ataque e bloqueio e equilibrou o duelo no quarto período. Mas a experiência do time carioca sobressaiu na primeira decisão.

O Jogo

Demonstrando consistência logo no início de partida, o Rexona passou a usar bem os contra ataques e se destacar no bloqueio. Contando com esses fundandamentos abriu vantagem no placar e controlou a parcial contra um adversário ainda tímido. Após o pedido de tempo do técnico Paulo de Tarso, o Pinheiros se tornou mais agressivo e reagiu no período. No entanto, a experiência do time carioca sobressaiu. o Rexona fechou o set em 25 a 21 e fez 1x0 no jogo.

Na segunda parcial o panorama se repetiu. Logo no começo a equipe do Rio de Janeiro abriu boa vantagem no marcador. Comandadas pela ponteira Gabi, destaque do jogo, o Rexona passou a atuar com tranquilidade novamente. Ao Pinheiros, restava acordar. Assim como no primeiro período, o técnico Paulo de Tarso chamou a atenção das paulistas para que voltassem a dificultar a vida do adversário. Deu certo. Porém, do outro lado da quadra tinha um grande time. Fazendo prevalecer o volume e o controle de jogo, as cariocas fecharam a parcial em 25 a 20. Assim colocando 2 sets a 0 na partida.

Após as "sacudidas" do técnico Paulo de Tarso em suas jogadoras nos períodos anteriores, a terceira parcial começou diferente. Mais ligado, o Pinheiros voltou com outra cara. Na frente pela primeira vez no marcador, foi o momento do time paulista conseguir abrir boa vantagem no marcador. Com o bom momento do oponente, o Rexona sentiu o golpe e caiu de rendimento. Mas o time do Pinheiros não tinha nada com isso. Regidas pela central Lays, as meninas cresceram nos principais fundamentos e fecharam o set em 25 a 16, provocando o quarto período com 2 sets a 1 no placar.

A quarta parcial foi a mais equilibrada do jogo. Crescendo na partida conforme os sets, o Pinheiros continuou atuando bem. Após a queda no terceiro período, o Rexona-Sesc precisou acordar para não se complicar no primeiro confronto dos playoffs. Mesmo com as cariocas na frente do placar, jogando com muita vontade, o time paulista impedia seu oponente de abrir vantagem. Entretanto, valeu a experiência do Rexona-Sesc. Evoluindo no fim, a equipe fez 25 a 23 e venceu a primeira partida da série por 3 sets a 1.

VAVEL Logo