Brasil inicia a fase final da Liga Mundial com vitória sobre o Canadá
Foto: Antônio More/MPIX/CBV

Na fria tarde dessa terça-feira (4), na Arena da Baixada, em Curitiba, a Seleção Brasileira Masculina de Vôlei largou na frente na fase final da Liga Mundial. Com parciais de 25/21, 17/25, 25/19 e 25/19, o Brasil derrotou o Canadá por 3 sets a 1 pelo Grupo J da competição internacional. O confronto teve bastante equilíbrio, e as equipes souberam explorar os erros dos adversários. A seleção brasileira fez 35 pontos em falhas dos canadenses, enquanto os visitantes valeram-se de 26 erros do time de Renan Dal Zotto. 

Em busca da vaga na semifinal, o Brasil volta a quadra na quinta (6), às 15h (de Brasília), para enfrentar a Rússia. Antes, porém, os russos enfrentam os canadenses, nesta quarta-feira (05), também às 15h. 

(Foto: Antônio More/MPIX/CBV)
Canadenses tiveram o bloqueio como ponto forte (Foto: Antônio More/MPIX/CBV)

O Jogo

O Canadá iniciou a partida com um ritmo muito intenso, abrindo 3 a 0, sendo dois pontos através de bloqueios. A equipe brasileira demorou a entender o jogo, mas após as orientações do técnico Renan Dal Zotto o time recuperou o saque, e com mais confiança, entrou na partida, diminuindo a vantagem dos canadenses 13 a 14. O empate veio no erro de recepção do adversário após o saque de Wallace.

A virada aconteceu no 20º ponto, quando o ataque de  Sanders foi pra fora. O time canadense pediu o desafio, mas o ponto brasileiro foi confirmado. Com saques fortes de Lucão, o Brasil abriu 23/20 e, no erro do saque do Canadá, que ficou na rede, a equipe brasileira teve o set point. Maurício Borges levantou para Lucarelli, que explorou o bloqueio e marcou o ponto da vitória brasileira no período: 25 a 21.

Tal como no primeiro, o segundo período teve o equilíbrio como o enredo. O Canadá reagiu às investidas brasileira e marcou três pontos consecutivos, abrindo 10 a 13. Então Renan pediu tempo para ajustar sua equipe, mas jogadores brasileiros não conseguiram aplicar em quadra as orientações do comandante. A maior vantagem do Canadá foi aberta com cinco pontos de vantagem, com o Brasil cometendo falhas na recepção 13 a 18.

Com um saque muito forte, os visitantes chegaram ao ponto 21, enquanto o Brasil não conseguia ultrapassar a barreira dos 15. O set point para o time da América do Norte veio em um erro do juiz, que mesmo sem querer, acabou soprando o apito, fazendo os jogadores brasileiros desistirem da jogada. O ponto da vitória do Canadá saiu após o ataque de Maurício Borges ir para fora: 25 a 17.

(Foto: Divulgação/FIVB)
(Foto: Divulgação/FIVB)

Lá e cá. Nenhuma das equipes conseguiu uma vantagem superior a dois pontos no terceiro set até o Brasil fazer 19 a 16. O bloqueio do Canadá estava muito bem encaixado, causando dificuldade à equipe brasileira, que não tinha paciência para fazer a bola rodar. Mas desta vez, as recomendações de Dal Zotto surtiram efeito.

Com boas intervenções de Lucarelli e Maurício Borges no bloqueio, o time brasileiro dominou a parte final do set. O ponto da vitória veio com um ace de Maurício Borges, fazendo 25 a 19.

No quarto set, o Brasil começou arrasador, abrindo 3 a 0 e levantando a torcida na Arena da Baixada. Mas logo o time canadense entrou no jogo, equilibrando as ações, com dois pontos de bloqueio em cima de Mauricio de Souza. A igualdade, no entanto, durou pouco tempo. O time verde e amarelo conseguiu encaixar a linha de bloqueio, o que ainda não havia acontecido no jogo, e controlou a partida até o final, assegurando a vitória na estreia da fase final: 25 a 19

VAVEL Logo