Brasil passa fácil por Venezuela e consegue segunda vitória no Sul-Americano de Vôlei
Foto: Divulgação/CSV

Na tarde da última quarta-feira (16) em Cali, na Colômbia, a Seleção Feminina de Vôlei derrotou facilmente a Venezuela por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/6 e 25/12. A equipe comandada por José Roberto Guimarães, mostrou-se precisa nos ataques, nos passes e nos bloqueios e precisou de apenas uma hora para decidir a partida.

Com o resultado, a Seleção Brasileira já desponta como líder do Sul-Americano, com duas vitórias por 3 sets a 0, sendo a primeira contra a Argentina. Um dado curioso: a seleção verde e amarela não perde um set nesta competição desde 1999.

Início de jogo bastante tranquilo

Desde o início do jogo, ficou claro que o Brasil não encontraria muita dificuldade na partida. Com o time funcionando bem em todos os fundamentos, ficou difícil para as venezuelanas tentarem surpreender. Já no primeiro set, José Roberto Guimarães começou a mexer no time para dar rodagem e com Monique a seleção fechou o set em 25 a 15.

Passeio da Seleção Brasileira 

O que parecia ter sido tranquilo no primeiro set, foi ainda mais no segundo. A Seleção Brasileira praticamente atropelou as venezuelanas, que não se encontravam no jogo, mesmo com seu treinador parando a partida para conversar e tentar melhorar a equipe. Roberta deu números finais ao set, em um ace, fechando em 25 a 6.

Rodagem ao time 

No terceiro set o treinador brasileiro aproveitou ainda mais para mexer no time. As reservas entraram bem no jogo e corresponderam. Errando pouco e mantendo bom ritmo de jogo, o Brasil fechou o set com Macris em ponto de saque, fazendo 25 a 12.

O Brasil, maior vencedor da competição com 18 conquistas, segue muito bem na briga pelo 12º título consecutivo e pretende garantir logo a vaga para o Mundial de 2018, que ocorrerá no Japão.

VAVEL Logo