É Penta! Sada Cruzeiro vence Lomas Voley-ARG e conquista Sul-Americano de Vôlei
Foto: Andréia Santos/Sada Cruzeiro

Um, dois, três, quatro e cinco. Agora os torcedores cruzeirenses podem contar com a mão cheia o número de títulos que o clube possui no Campeonato Sul-Americano de Vôlei.

Na noite deste sábado (3), o Sada Cruzeiro derrotou o Lomas Voley-ARG, por 3 sets a 0 (parciais de 25/19, 25/18 e 25/20), e conquistou o pentacampeonato da competição continental: 2012, 2014, 2016, 2017 e 2018. A partida foi disputada no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros. 

Com o título, a equipe mineira conquistou vaga para o Mundial de Clubes, onde tentará o tetracampeonato. O torneio será realizado em dezembro, na Polônia. Além disso, o Sada acaba de igualar os recordes de conquistas do torneio, que antes pertenciam aos brasileiros Paulistano (1973, 1976 e de 1978 a 1980) e Banespa (de 1988 a 1982). 

"Este foi o melhor presente de aniversário possível! Essa nossa família Sada Cruzeiro está de parabéns, mais um título de Sul-Americano e mais uma oportunidade de disputar o Mundial de Clubes. É mais um ano em que estamos firmes, ganhando títulos e mostrando a nossa força. Esta equipe está toda de parabéns, atletas, comissão técnica, que segue fazendo um trabalho maravilhoso”, disse o capitão Filipe. 

A seleção do campeonato contou com cinco atletas cruzeirenses: Simon foi o MVP, atleta mais valioso de todo torneio, enquanto Leal, Serginho, Nico Uriarte e Isac foram escolhidos como melhores em suas posições. O oposto Lorena, do Montes Claros, e o ponteiro Ocampo, do Lomas, completam a lista. 

Agora, o time celeste volta as atenções para a Superliga Masculina 2017/2018. Os comandados de Marcelo Mendez lideram a competição, com 51 pontos (17 vitórias e duas derrotas) dois à frente do Sesc-RJ. O próximo compromisso da Raposa será diante do Sesi-SP, no sábado (10), às 19h, no Ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo. O confronto será uma reedição da final da Copa Brasil, conquistada pelo Sada Cruzeiro.

Resumo da partida 

Tendo o bloqueio como principal fundamento, o Cruzeiro abriu quatro pontos de vantagem logo no início do set (5/1), obrigando o técnico Marcelo Fabian a parar o jogo. Enquanto os mineiros viravam as bolas com facilidade, o time argentino até melhorou no final do set, mas não conseguiu oferecer perigo. Assim, a equipe celeste ficou com o caminho aberto para ampliar o marcador e fechar a primeira etapa: 25 a 19

O Sada manteve a estratégia de forçar o saque para dificultar a linha de passe do Lomas, que só conseguiu pontuar através de erros dos mineiros. Quatro dos cinco primeiros pontos dos argentinos saíram desta forma.  Assim, o Cruzeiro seguiu em vantagem no marcador. Mas ao longo do set, principalmente com a passagem de Leal pelo saque, a equipe azul brasileira voltou a abrir distância (17/10). E foi o ponteiro cubano quem marcou o último ponto do período, deixando o Cruzeiro a um set do título: 25 a 18

Pressionado, o time argentino voltou mais concentrado na terceira parcial, tentando evitar a derrota por sets diretos. Mas não adiantou. Apesar do equilíbrio durante boa parte da etapa, o Sada Cruzeiro voltou abrir vantagem do meio para o final e fechou o período em 25 a 20. 

VAVEL Logo