Carol Gattaz celebra 150 jogos pelo Minas e projeta confronto equilibrado na semi da Superliga
Foto: Ignácio Costa /MTC

Jogando diante de sua torcida, o Camponesa/Minas venceu o Fluminense, por 3 sets a 1, neste sábado (17), na Arena Minas. Por ter vencido a primeira partida por 3 a 0, no Rio de Janeiro, a  equipe minastenista fechou a série melhor de três das quartas de final em 2 a 0, e conquistou vaga nas semifinais da Superliga Feminina 2017/18.

Com grande atuação, Carol Gattaz foi reconhecida pelo público e ganhou o troféu Viva Vôlei. Além disso, a jogadora de 36 anos foi homenageada pelos 20 anos de carreira e 150 jogos pelo Minas, clube que defende pela quarta temporada seguida.

“Estou muito focada no Camponesa/Minas, que é a minha maior preocupação agora. O time está de parabéns pelas partidas nesta série de quartas de final. Sabíamos que o hoje ia ser bem mais difícil e que o Fluminense viria mais forte e foi o que aconteceu de fato”, expressou.

Foto: Ignácio Costa/ MTC

Agora, a central já está com o foco voltado para o adversário da semifinal, que será justamente o Rio de Janeiro, assim como na temporada passada, na qual o Minas saiu derrotado por 3 a 2. Gattaz alertou das dificuldades da série de melhor de cinco, já que as cariocas são as favoritas ao título. Contudo, afirmou que não faltará empenho para a equipe da Rua da Bahia chegar à final.

“Agora vamos enfrentar o Rio de janeiro mais uma vez, e elas têm o time favorito ao título pela experiência e qualidade das jogadoras. Temos que virar a chave e já começar a pensar na semifinal. Não vai ser uma série fácil, mas vamos brigar para estar na final”, afirmou a capitã.

Foto: Ignácio Costa/MTC

Outro destaque do jogo ficou do lado de fora da quadra. Logo após o fim da partida, a levantadora Karine, grávida, de sete meses do segundo filho, anunciou a aposentadoria. A jogadora não segue com o time mineiro na semifinal.

“É um orgulho ter vivido tudo que vivi e tenho que agradecer a todo mundo que me apoiou a vida inteira. É um momento difícil, mas chega uma hora que sabemos que temos que parar. Esse momento chegou. Estou feliz por tudo que eu tive nos 15 anos de muitas conquistas. E estou tendo a oportunidade de fechar a minha carreira em um clube como Minas me deixa muito feliz”, declarou Karine.

VAVEL Logo