Praia Clube derrota Osasco no tie-break e larga na frente por vaga na final da Superliga Feminina
Divulgação Praia Clube

Em jogo eletrizante disputado nesta sexta-feira (23), o Dentil/Praia Clube saiu atrás do placar para o Osasco, mas com muita força e vontade, conseguiu a virada e venceu o jogo no tie-break, por 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 25/19, 25/23, 25/27 e 15/13.

Com isso o time mineiro saiu na frente no duelo melhor de cinco jogos para conseguir a vaga na final da Superliga Feminina 2017/18. A partida em Uberlândia teve duração de 2h50 e contou com a estreia do uso do 'Desafio' na temporada.

Apesar da derrota, o time paulista teve a maior pontuadora do jogo. A oposta Tandara teve 24 acertos, enquanto Fabiana, central do Praia Clube, marcou 21 vezes. O Troféu VivaVôlei CIMED, dado à melhor jogadora em quadra, eleito atrás de votação popular, ficou com a ponteira Fê Garay

A segunda partida da semifinal entre Praia Clube e Osasco será nesta segunda-feira (26), às 19h, no José Liberatti, em Osasco.

Resumo da partida 

O primeiro set começou bem equilibrado. O Osasco saiu na frente e abriu uma pequena vantagem. No entanto, o Praia logo acertou a sua defesa e começou a reagir, conseguindo o empate. As duas equipes viveram bons momentos no set, mas quem se deu melhor foram as visitantes, que conseguiram uma vantagem no fim e fecharam a parcial em 25 a 23.

Buscando a reação, o time da casa voltou melhor e abriu logo quatro pontos de frente no início do segundo período (4/0). Fawcett estava funcionando bem e as meninas da casa mantiveram a liderança do set. Até que o bloqueio de Bia encaixou e o Osasco passou a esboçar reação. No fim, o time mineiro conseguiu segurar a pressão adversária e venceu por 25 a 19, empatando a partida. 

O Praia Clube seguiu embalado no terceiro set e também conseguiu largar na frente. O time paulista conseguia equilibrar o jogo, deixando tudo igual na reta decisiva do período (21/21). Então o técnico Paulo Coco pediu tempo, arrumou seu time e conseguiu fechar o set em 25 a 23, virando o placar. 

O quarto set foi marcado pelo equilíbrio, com as equipes se revezando na liderança da parcial. Precisando ganhar o set para forçar o quinto, Mari Paraíba e Tandara forçavam o saque para o Osasco. Aproveitando que o Praia não conseguiu as oportunidade que teve para fechar o período, o time paulista, em uma linda bola de Tássia, conseguiu o ponto final, fazendo 27 a 25, e por consequência, forçando o set extra. 

O Osasco começou melhor o tie-break, abrindo uma boa vantagem (5/1). Entretanto, com erros de ataque e com o bloqueio funcionando, o time de Uberlândia reagiu e deixou o fim do set emocionante. Fê Garay conseguiu fechar as portas para Bia e fez 14 a 12, dando uma certa tranquilidade para Fabiana sacramentar a vitória do Praia Clube por 15 a 13.

VAVEL Logo