Sesi-SP derrota Corinthians e fica a uma vitória das semifinais da Superliga Masculina
Foto: Divulgação/ Twitter Sesi-SP

O resultado final não refletiu o que foi partida. Na tarde deste domingo (25), o Sesi-SP venceu a equipe do Corinthians- Guarulhos, por 3 sets a 0, no primeiro duelo das quartas de final da Superliga Masculina 2017/18. Em jogo equilibrado, disputado no ginásio Sesi Vila Leopoldina, as parciais foram todas com vantagem mínima a favor dos anfitriões: 26/24, 28/26 e 25/23. 

Com o resultado, o Sesi-SP fica a uma vitória das semifinais. O próximo jogo será disputado na próxima quinta-feira (29), às 21h30, no ginásio Ponte Grande, em Guarulhos. Em caso de vitória do Corinthians, o que ocasionaria em um empate na série, o terceiro jogo seria disputado novamente na Vila Leopoldina, no dia 2 de abril. 

Parcial é encerrada com polêmica da arbitragem 

O clássico começou de forma equilibrada, com as equipes buscando o jogo. O Sesi-SP assumiu a liderança do placar com Alan Souza, após belo passe de William (5/4). No entanto, o time da casa viu o Corinthians retomar a dianteira após dois ataques agressivos (12/13). O que chamou a atenção nos primeiros momentos foi a quantidade de erros de saque. O ruim aproveitamento nesse fundamento, porém, foi compensado com muita entrega na defesa por ambas as equipes. 

O técnico Rubinho, do Sesi-SP, foi o primeiro a parar a partida. Neste momento o placar apontava 13/15 para o Corinthians. Mas após a intervenção do treinador, a equipe da Vila Leopoldina forçou as jogadas em cima de Fábio, e conseguiu marcar quatro vezes seguidas (17/15). Um erro crasso de Fábio na recepção parecia decretar a vitória dos anfitriões. No entanto, o Alvinegro salvou o primeiro set point com um bloqueio simples de Rivaldo.

A parcial acabou encerrada com um lance muito polêmico. Douglas Souza atacou entre três defensores do Corinthians. O árbitro percebeu um toque de Sidão, mas o central afirmou não ter encostado na bola. Com muita contestação, o período terminou com 26 a 24, a favor do time mandante. 

Corinthians busca recuperação no set, mas cede vitória nos momentos finais 

O primeiro ponto do segundo set foi do Sesi-SP, após o árbitro da partida aplicar cartão vermelho para o time corinthiano, que causou tumulto no fim da etapa anterior. Desestabilizado, o Corinthians demorou para se reencontrar no jogo, e viu os donos da cada abrirem vantagem (7/4). Mas com o crescimento de Rivaldo no bloqueio, os visitantes recuperaram o foco na partida.

Com um ace de Sidão, o time alvinegro deixou tudo igual no período (8/8). A virada veio em uma bola de Rivaldo explorando o bloqueio (12/13). A partida seguiu disputada ponto a ponto, mas o Corinthians, em uma tarde inspirada de Rivaldo, conseguiu administrar a pequena vantagem que adquiriu, mas só até a entrada de Evandro, que entrou para sacar e levou o time da casa ao empate (24/24). Depois de três sets points a favor do Corinthians, quem fechou o período foi Sesi-SP, em um ataque errado de Fábio: 28 a 26. 

Sesi-SP fecha partida em mais um período equilibrado 

Na base do tudo ou nada, o Corinthians voltou para o intervalo um pouco mais intenso, acelerando o passe e forte no bloqueio. Desta forma, abriu 5/2, obrigando o técnico Rubinho parar a partida logo nos primeiros instantes. Novamente, a intervenção do treinador deu certo. Forçando o saque, o Sesi-SP empatou e buscou a virada (11/9). 

Se o equilíbrio prevaleceu nos momentos decisivos dos sets anteriores, o mesmo se pode dizer do terceiro período. O Sesi-SP chegou a abrir cinco pontos de vantagem, parecendo que iria fechar a parcial sem grandes dificuldades (19/14). No entanto, no saque colocado de Sidão, o Corinthians marcou três vezes em sequência, deixando tudo muito nivelado (19/17). Mas prevaleceu a regularidade da equipe da casa, que fechou a parcial em um erro de saque de Mineiro: 25 a 23. 

VAVEL Logo