É finalista! De virada, Praia Clube supera Osasco e se garante na decisão da Superliga Feminina
Foto: Assessoria Dentil/Praia Clube

Tensão, emoção e superação. A noite desta sexta-feira (6) não começou nada fácil para o Praia Clube, que jogava em Uberlândia, diante de seus torcedores. Na briga pela última vaga na decisão da Superliga Feminina 2017/18, o Osasco largou na frente. No entanto, as donas da casa buscaram apoio nos torcedores que lotaram a Arena Praia, e viraram o placar para 3 sets a 1(18/25, 25/16, 25/19 e 25/21), garantindo vaga na decisão do campeonato, contra o Rio de Janeiro.  

As finais serão disputadas nos dias 15 e 22 de abril, ambos às 10h. Dono da melhor campanha na fase classificatória, o Praia Clube decidirá o segundo jogo em Minas Gerais, na Arena Multiuso Presidente Tancredo Neves (Sabiazinho). Em caso de uma vitória para cada lado por qualquer placar, haverá um golden set (set extra), logo após o segundo duelo, para definir o campeão da temporada. 

Como ocorreu nos demais confrontos da série, Tandara fora a maior pontuadora do jogo, com 33 acertos. Pelo lado vencedor, o grande destaque ficou por conta da oposta americana Nicole Fawcett, que anotou 20 pontos e foi eleita a melhor jogadora em quadra, recebendo o Troféu Viva Vôlei

Resumo da partida 

Preciso no saque, o Osasco teve tranquilidade para fazer seu jogo rodar. Desta forma, a linha defensiva foi facilitada, tendo velocidade para contra-atacar. Assim, as visitantes abriram cinco pontos de vantagem (15/8) e, apesar da tímida reação do Praia, marcando quatro pontos seguidos, o time paulista fechou a parcial em 25 a 18

Diferente do set anterior, quem apresentou dificuldades na recepção foi o Osasco, que viu o adversário abrir uma boa margem logo no início da partida (10/5). Na força de Tandara, as visitantes até diminuíram o prejuízo, com uma boa sequência de saques. Mas a oposta Fawcett também estava inspirada e levou a equipe aurinegra ao triunfo: 25 a 16

O terceiro período foi marcado pelo equilíbrio. Apesar da boa largada do Praia, o time osasquense equilibrou as ações, empatou com um ace de Tandara (15/15) e virou o marcador com Bia (16/15). O confronto dava indícios de que seguiria equilibrado até o fim do set. Entretanto, o Osasco abusou dos erros e contribuiu para que as donas da casa desequilibrassem na parte final: 25 a 19

Precisando da vitória para continuar com chances de classificação, o Osasco voltou do intervalo disposto a deixar tudo igual. O início foi avassalador, com oito pontos de vantagem (9/1). Mas, após pedido de tempo do técnico Paulo Coco, o Praia corrigiu seus erros, voltou a forçar o saque e marcou incríveis nove pontos seguidos, virando o placar (10/9). Com a 'moral baixa', o Osasco lutou até o fim, mas viu a equipe mineira conseguir a vitória no set e no jogo: 25 a 21

VAVEL Logo