Sada Cruzeiro bate Taubaté fora de casa e leva semifinal da Superliga Masculina para quinto jogo
Foto: Divulgação Sada Cruzeiro

O Sesi-SP terá que aguardar mais três dias para conhecer seu adversário na decisão da Superliga Masculina 2017/18. Na noite desta terça-feira (17), o Sada Cruzeiro derrotou o Taubaté Funvic, por 3 sets a 0 (25/23, 27/25, 25/20), no ginásio Abaeté, levando a decisão da vaga na semifinal para o quinto jogo da série. 

Mostrando um poder de recuperação incrível, a equipe mineira venceu com autoridade e vai decidir a vaga em seus domínios. O último e decisivo confronto das semifinais será disputado na próxima sexta-feira (20), às 21h30, no ginásio de Riacho, em Contagem. 

O fim da partida foi marcado por um triste episódio. Jogadores e comissão técnica do Taubaté reclamaram de um suposto gesto obsceno do ponteiro Leal. Após o encerramento do jogo, um torcedor da equipe paulista tentou entrar em quadra, mas foi contido por seguranças e demais pessoas que estavam no local. 

Resumo da partida 

Na força do sérvio Ivovic,o Taubaté largou muito bem na partida, marcando quatro pontos seguidos, sendo dois aces (5/1). O técnico Marcelo Mendez, então, foi obrigado a interromper a partida logo no início para tentar diminuir o ímpeto dos anfitriões e corrigir o posicionamento de sua recepção. Após a intervenção do treinador argentino, a equipe mineira reagiu, marcando quatro pontos seguidos, sendo todos de Leal (5/5). No entanto, os donos da casa voltaram a abrir vantagem após três pontos seguidos do central Otávio, sendo todos de saque (8/5). 

O Sada Cruzeiro parecia não estar preparado para segurar o saque adversário. Com isso, acabou tendo o passe prejudicado, e viu os anfitriões abrirem vantagem. Contudo, os mineiros aumentaram a concentração na rede e conseguiram encaixar o bloqueio, desestabilizando os donos da casa. O time celeste passou à frente do marcador somente no 20º ponto, impondo pressão à equipe do Vale do Paraíba (20/19). O Cruzeiro se mostrou mais decisivo na etapa final do set, e contou com um erro de saque de Ivovic para fechar a parcial: 25 a 23. 

Diferente do período anterior, onde a equipe da casa conseguiu colocar boa frente logo de início, as equipe começaram a segunda parcial trocando pontos, trabalhando bastante o ataque. Para se distanciar no placar, o Cruzeiro passou a forçar o saque, principalmente do líbero Thales. Desta forma, tiveram o controle do jogo e abriram vantagem (16/13). 

O técnico Daniel Catellani pediu tempo e viu sua equipe reagir. Foram quatro pontos seguidos e a virada no placar (17/16). Nesta altura, o craque Wallace cresceu na partida, juntamente com Solé, sendo fundamentais na recuperação do time taubateano (20/17). Mas o equilíbrio permaneceu.

O Cruzeiro empatou a parcial através da passagem de Evandro no saque (23/23). A equipe da casa teve a oportunidade de fechar o set no primeiro set point, entretanto, falhou ao fazer golpe de vista numa boa bola de Evandro, que longe da rede, colocou a bola no fundo da quadra (24/24). O oposto voltou a pontuar, desta vez explorando o bloqueio, e deu números finais ao segundo set: 27 a 25. 

Empolgado com a espetacular vitória no set anterior, o Sada Cruzeiro não tomou conhecimento do adversário e iniciou muito bem o terceiro período (5/2). O Taubaté realizou algumas mudanças na equipe, mas elas não surtiram o efeito esperado, fazendo a equipe mineira ampliar a vantagem adquirida (9/4). O técnico Daniel Castellani gastou os seus pedidos de tempo em apenas dez minutos, mas nem isso modificou o panorama da partida (12/5).

Em um verdadeiro passeio, o Cruzeiro colocou nove pontos de frente, frustrando qualquer tentativa de reação dos taubateanos (15/6). Assim, os mineiros administraram a parcial com tranquilidade e fecharam o set em 25 a 20. 

VAVEL Logo