Após derrota, jogadores do Sesc RJ já projetam duelo com o Minas: “Olhar para frente”
Sesc RJ perdeu por 3 sets a 1 para o Maringá e caiu para a terceira posição na Superliga (Foto: Luciano Belford)

Após derrota, jogadores do Sesc RJ já projetam duelo com o Minas: “Olhar para frente”

Atletas da equipe carioca lamentaram má atuação contra o Maringá, mas já pensam em confronto pela Copa Brasil

juliana
Juliana Cristina

O Sesc-RJ foi derrotado pelo Maringá neste sábado (12), na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 23/25, 22/25 e 22/25, pela abertura do returno da Superliga Masculina 2018/19. Com o resultado, os donos da casa saíram da liderança e caíram para a terceira colocação da competição.

Apesar do resultado ruim, o time carioca não tem tempo para se lamentar. O ponteiro Djalma comentou sobre a sequência de jogos do Sesc RJ nos últimos dias:

"A gente estava com uma rotina muito apertada de treinos e jogos, mas acho que a gente tinha que ter jogado um pouco melhor hoje. Eles também jogaram bem. Acho que é um conjunto. Vamos vai treinar bem durante a semana, temos um jogo importante quarta contra o Minas, pela Copa Brasil, que é uma competição muito importante, então vamos nos preparar bem", pontuou.

O líbero Tiago Brendle afirmou que sua equipe deve superar a derrota de forma rápida, e que ela sirva para corrigir os erros para entrar bem contra o Minas, pela Copa Brasil, nesta quarta (16):

"Na verdade, o fator Argentina seria até para nos ajudar a ter ritmo de jogo para retornar bem para a Superliga. Mas hoje não foi o que aconteceu, e iniciamos o returno com essa derrota. Nós não contávamos com ela, porém não fizemos o resultado.

Então a gente vai estudar agora o que nos levou a essa derrota e já precisamos consertar, corrigir o quanto antes para jogarmos na quarta, pela Copa Brasil. Nosso time precisa passar por cima dessa derrota rapidamente, já se organizar para o próximo confronto, e tudo segue bem, porque fizemos uma base boa de pontos no turno do campeonato. Agora é olhar para frente, analisando o que fizemos de errado hoje”.

Na partida deste sábado (12), o ponteiro búlgaro Penchev não jogou devido a uma lesão e deve voltar em torno de uma semana. Djalma foi escalado em seu lugar, que depois foi substituído por Rammé. O ponteiro Maurício Borges é outro que segue fora das quadras.

A próxima partida do Sesc-RJ será contra o Fiat/Minas, nesta quarta (16), na Jeunesse Arena, pela Copa Brasil. Pela Superliga, enfrenta o Caramuru, no próximo sábado (19), às 20h, na Arena Multiuso, no Paraná. 

VAVEL Logo