No retorno de Maurício Borges, Sesc-RJ supera Corinthians de virada no tie-break
Vitória do Sesc RJ marcou a volta de Maurício Borges (Foto: Erbs Jr)

No retorno de Maurício Borges, Sesc-RJ supera Corinthians de virada no tie-break

Equipe paulista não conseguiu segurar os donos da casa e acabou levando a virada, perdendo mais uma na Superliga

juliana
Juliana Cristina

O Sesc-RJ  recebeu o Corinthians nesta quarta-feira (30), no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, pela terceira rodada do returno da Superliga Masculina 2018/2019. Os cariocas venceram por 3 sets a 2, com parciais de 18/25, 22/25, 25/18, 25/20 e 15/9. O oposto Wallace recebeu o troféu Viva Vôlei.

O duelo marcou o retorno do ponteiro Maurício Borges, da equipe da casa, que estava seis meses fora das quadras. O jogador entrou no quinto set e levantou a torcida no ginásio.

Com o resultado, os cariocas permanecem na terceira posição, com 32 pontos. Por outro lado, os paulistas amargam a nona colocação, com 13 pontos.

O próximo desafio do Rio será contra o Campinas, neste sábado (2), às 18h, no ginásio do Taquaral, em São Paulo. Já o Corinthians tem pela frente o Sesi-SP, neste mesmo dia, às 16h30, no ginásio da Ponte Grande, em São Paulo.

Resumo da partida

O Sesc-RJ começou bem o jogo, principalmente com Aracaju, que foi o destaque do bom início. No contra-ataque, Djalma fez 6/2. No entanto, com bons saques de Diogo, o Corinthians encostou no placar: 7/6. Na sequência, Djalma foi bloqueado e o time paulista empatou o set: 7/7.

Em uma bola de xeque, Riad virou a parcial: 8/7. Os visitantes cada vez abriam mais: 17/13. De segunda, Marcelinho fez 21/15. Por fim, o Corinthians venceu a etapa por 25 a 18, em um bloqueio em cima de Wallace.

O segundo set começou equilibrado: 5/5. No decorrer da parcial, nenhuma das equipes conseguiam boa vantagem no placar, que ficava muitas vezes empatado: 12/12.

Com um ponto de Fábio, o time paulista abriu dois: 15/13. Mas o Sesc-RJ reagiu. PV atacou e deixou tudo igual no Tijuca: 19/19. Porém, com um erro de Djalma, o Corinthians voltou a ter dois de frente: 23/21. A equipe visitante fechou a segunda etapa por 25 a 22.

No terceiro set, os donos da casa estavam melhores e conseguiram abrir três pontos: 9/6. Em uma bola de contra-ataque, Japa fez 11/6. Os cariocas tinham boa vantagem: 19/13, e encaminhavam a conquista de sua primeira parcial. O Rio venceu por 25 a 18, no ponto de Maurício Souza.

Os donos da casa começaram bem a terceira etapa: 7/4, após um bloqueio duplo em cima de Diogo. Em uma bola para fora de Yago, a equipe carioca mantinha sua boa frente: 17/14.

Com um ponto de Wallace, o Sesc-RJ estava mais perto de empatar a partida: 20/18. No ace de Wallace, o time carioca levou o jogo para o tie-break: 25 a 20.

Na quinta parcial, a equipe da casa abriu dois com Wallace: 6/4. Quando o placar estava 8/6, Giovane colocou Maurício Borges em quadra, o que não acontecia há seis meses, por estar se recuperando de uma cirurgia. 

No bloqueio simples, Rammé deixou o Sesc-RJ mais perto da vitória: 11/8. De virada, o time carioca venceu a partida no tie-break, pelo placar de 15 a 9.

VAVEL Logo