Sada Cruzeiro derrota Fiat/Minas em clássico estadual e segue líder da Superliga
Cruzeiro levou a melhor sobre o Minas no clássico estadual (Foto: Reprodução/Twitter Sada Cruzeiro)

Sada Cruzeiro derrota Fiat/Minas em clássico estadual e segue líder da Superliga

Raposa dominou primeiro e quarto set, que terminaram com placar elástico de 25 a 14

juliana
Juliana Cristina

O líder Sada Cruzeiro recebeu o quinto colocado Fiat/Minas nesta sexta-feira (22), no ginásio do Riacho, em Minas Gerais, pela oitava rodada do returno da Superliga Masculina 2018/19. A equipe celeste venceu por 3 sets 1, com parciais de 25/14, 22/25, 25/18 e 25/14. O levantador Cachopa ganhou o troféu VivaVôlei, que o entregou  para o central Isac.

O próximo jogo da Raposa na competição nacional será contra o Sesc-RJ, em 9 de março, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. O desafio do Minas será contra o Maringá, neste mesmo dia, na Arena Minas, em Belo Horizonte.

Resumo da partida

O Cruzeiro começou melhor o duelo: 10/6. Isac atacou e fez 13/8. A Raposa não dava chance para o Minas: 23/14. Na sequência, Sander fez um ace: 24/14. Depois, Evandro pontuou e fechou o primeiro set em 25 a 14.

Já o início da segunda etapa foi mais equilibrado: 5/5. Mas, no ace de Isac, a equipe da casa abriu dois: 7/5. Com placar empatado, os times passaram a trocar pontos: 14/14.

Após um erro do Cruzeiro, o Minas conseguiu três de frente: 19/16. Filipe atacou e o marcador apontava 24/22, o que salvou os mandantes no primeiro set point. No entanto, na sequência, Evandro errou o saque e os visitantes venceram a parcial: 25 a 22.

No começo do terceiro set estava tudo igual: 8/8. Com Isac, a Raposa abriu três: 16/13. Depois, Davy foi bloqueado: 17/13. No decorrer da etapa, Evandro largou e fez 21/15. No ataque de Sander, o time da casa encaminhava a vitória na parcial: 23/18. Por fim, o Cruzeiro ganhou por 25 a 18, no ponto de Isac.

A equipe celeste estava bem no início da quarta parcial: 8/4. Os mandantes atropelavam: 17/8. Após um ótimo levantamento de Serginho, que terminou em ponto de Sander, o placar chegou a dez de diferença: 19/9. No contra-ataque, o norte-americano pontuou e fez 24/13. Também com o ponteiro, o Cruzeiro deu fim à etapa: 25 a 14.

VAVEL Logo