Cachopa projeta quartas da Superliga contra Maringá: "Jogos duros"
Cachopa é levantador titular do Cruzeiro (Foto: Divulgação/Agência i7)

Cachopa projeta quartas da Superliga contra Maringá: "Jogos duros"

Primeiro duelo entre Cruzeiro e equipe paranaense será no próximo domingo (24), às 19h, em Minas Gerais

juliana
Juliana Cristina

O Sada Cruzeiro terminou a fase classificatória da Superliga Masculina 2018/19 na segunda colocação e enfrenta o Maringá nas quartas de final da competição. O primeiro duelo será no próximo domingo (24), às 19h, no ginásio do Riacho, em Minas Gerais.

Hexacampeão, o time mineiro vai em busca de avançar às semifinais pela nona temporada consecutiva. Aos 23 anos, o levantador Fernando Cachopa, pela primeira vez como titular, avaliou o desempenho de sua equipe:

Sinto que houve uma evolução muito grande em vários aspectos. A maior delas foi a do grupo como conjunto, e isso me ajuda muito também. Tenho certeza de que vamos lutar para chegar às finais novamente. O caminho é árduo e difícil, mas sei que vamos batalhar muito”.

O jogador também projetou como será o confronto das quartas: “O Maringá é um time muito perigoso e capacitado. Chegou a uma semifinal da Copa Brasil com méritos e fez grandes partidas ao longo de toda a Superliga. Sempre fazem jogos duros com o nosso time e creio que a história não será diferente agora nesses playoffs”.

Cachopa foi por três anos reserva de William no Cruzeiro e não poupa elogios ao experiente levantador: “Aprendi muita coisa com ele. Tentava filtrar muita coisa que fazia. William realmente era e é genial”, afirmou.

Sobre as críticas, o levantador da Raposa vê como normal elas surgirem: “Apesar de ganhar e perder fazer parte do jogo, as pessoas sempre estão acostumadas a ver o time vencendo. Quando isso não acontece, várias cobranças chegam de todos os lados. Mas vejo isso como normal por aqui. Meu foco sempre tem sido melhorar e ajudar a equipe a estar nas melhores condições”, finalizou.

VAVEL Logo