Exclusivo: Lara Nobre relata sentimento de jogar contra o Fluminense e mira na Seleção
Foto: Reprodução / Instagram

Em maio, a central Lara Nobre se despediu do Fluminense e anunciou a sua ida para o SESC-RJ pelas redes sociais. Após o comunicado da transferência, a jogadora foi convocada pela Seleção Brasileira para disputar um torneio oficial e posteriormente apresentou-se ao seu novo clube. Oficialmente, só entrou em quadra pela primeira vez com a camisa do time carioca em outubro para jogar o Campeonato Carioca.

"No final de toda temporada, o meu empresário me pergunta aonde eu quero jogar. Ele me perguntou, eu citei o time do SESC-RJ, ele falou com os dirigentes e, graças à Deus, me quiseram. Eu fiquei três anos no Fluminense. Foi bem difícil eu sair, mas recebi muitas mensagens positivas e muitos torcedores do Fluminense me pediram para ficar. Eu fiquei bem feliz. Já com a torcida do SESC-RJ, como não é um clube que também tem time no futebol e só tem no vôlei, foi um pouco diferente. Porém, foi tranquilo e eles me receberam super bem", disse Lara Nobre à VAVEL Brasil.

Na próxima segunda-feira (04), o SESC-RJ enfrentará o Fluminense pelo Campeonato Carioca. Será o primeiro duelo de Lara contra o seu ex-time. O tricolor carioca precisa vencer a partida para chegar na final e terá que se impor diante do "favoritismo" do adversário que é o atual bicampeão do torneio. A partida será no Tijuca Tênis Clube, às 20h (horário de Brasília) e a entrada do público será mediante a troca de 2kg de alimentos não-perecíveis. 

"O meu coração vai ficar apertado, porém, lógico que o meu objetivo agora é defender o SESC-RJ. Paciência... Vida de atleta é isto! Eu torço sempre pelo Fluminense , independente de jogarmos contra ou não, eu torço pelo sucesso dele. No Campeonato Carioca até agora estamos invictas, segunda-feira temos o Fluminense e podemos chegar na final. Acredito que somos o time favorito, mas o torneio está forte. Fluminense e Flamengo também são capazes de serem campeões, entretanto, ainda acho que somos a equipe favorita e espero que sejamos campeãs", analisou a central. 

Agora a atleta de vôlei de 1,88 metro de altura têm a oportunidade de ser comandada pelo multi-campeão Bernardinho. Longe da Seleção Brasileira desde 2017, o técnico vem se dedicando mais a família, palestras, consultorias e muito mais, além de treinar a equipe feminina do SESC-RJ. Durante a entrevista, Nobre revelou estar realizando um sonho.

Siga a VAVEL Brasil no Twitter

Siga a VAVEL Brasil no Instagram

"Sempre foi um sonho ser treinada por ele. Eu não o conhecia. Só jogava contra. Eu acho ele muito bom. É um negócio surreal e, em pouco tempo, eu já aprendi bastante. Ele é muito técnico e ao mesmo tempo que sabe cobrar também sabe elogiar. Eu gosto disto. Motiva! É um sonho ser comandada por ele", falou a atleta.

Recentemente, Lara foi convocada para a Seleção Brasileira para disputar a Liga das Nações, Copa do Mundo, Sul-Americano e Pré-Olímpico. O time convocado pelo José Roberto Guimarães já disputou diversos torneios este ano e já mira nos Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio. A jogadora está confiante para uma nova convocação, mas alerta a qualidade das jogadoras em sua posição. 

"Foi incrível essa experiência. Eu nunca tinha ido nem para a seleção de base, então, esta convocação foi uma  surpresa para mim e eu fiquei feliz. Fui convocada por conta do trabalho que venho desenvolvendo.  Agora, disputar as Olimpíadas é um sonho que quero realizar, vou me esforçar para fazer grandes jogos na Superliga e vou esperar ser lembrada nas convocações. A minha posição é bem disputada e eu sei que tem algumas centrais que estão na minha frente, mas não deixo de acreditar que posso ir", avaliou Lara Nobre em entrevista à VAVEL Brasil

VAVEL Logo