Sesc-RJ anuncia fim do time masculino de vôlei após Superliga 2019/20
Foto: Márcio Mercante/Sesc RJ

A atual temporada é a última para o time de vôlei masculino do Sesc-RJ. Após a derrota para o Cruzeiro por 3 sets a 1 nesta quinta-feira (20), pela Superliga, a equipe carioca anunciou a conclusão do projeto ao fim da temporada. O treinador Giovane Gávio continua no clube, mas com objetivos socioeducativos.

Criado em 2016, o Sesc-RJ ocupa a terceira colocação na atual edição da Superliga, com 38 pontos (13 vitórias e cinco derrotas). Desde que foi montado, o time figurou entre os mais importantes do cenário brasileiro, apesar de falhar nas horas decisivas. Na temporada 2017/18, por exemplo, a equipe carioca terminou em segundo na fase classificatória e foi eliminado nas semifinais do mata-mata para o Sesi-SP.

Jogadores de peso

O Sesc-RJ conta até hoje com o oposto campeão olímpico Wallace, uma das peças mais importantes do elenco carioca. Outro destaque é o ponteiro Maurício Borges. Já passaram pelo time nomes como o ponteiro João Rafael, o levantador Thiaguinho e o ponteiro búlgaro Penchev. Na atual temporada, contratou os argentinos Matias Sanchez e Jan Martinez.

O que resta para o Sesc

A equipe carioca tem pela frente o Sesi-SP, no próximo sábado (29), no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, pela oitava rodada da Superliga. O Sesc-RJ já está classificado para os playoffs da competição nacional e caso vença, será o título mais importante de sua história.

Leia o comunicado emitido pelo Sesc

Comunicado Times de Vôlei

O Sesc RJ comunica a conclusão do projeto do time masculino de vôlei após o término da Superliga 19-20. Ao desejar sorte aos jogadores e comissão técnica, a instituição agradece o empenho e dedicação de todos na defesa dos valores do Sesc RJ, tanto dentro, como fora de quadra.

O técnico Giovane Gavio permanece no Sesc RJ com o objetivo de dedicar esforços ao esporte de cunho socioeducativo. Na nova fase, ele participará ainda mais de vivências com os alunos de volei da instituição, ministrará palestras para pais e familiares das crianças sobre o esporte como fonte de educação e transformação social e, para os instrutores, o objetivo é alinhar tecnicamente a metodologia do ensino de vôlei com base nos valores educacionais do esporte. Haverá também a maior participação em capacitações, bate papos e vivências para alunos e professores de instituições parcerias do Sesc RJ e escolas públicas.

O time de vôlei feminino será mantido e segue seu trabalho nas quadras e nas ações de estimulo à pratica esportiva.

VAVEL Logo